3 práticas de como aprendi muito SQL na minha vida

(Última atualização em: 3 de maio de 2017)

Estudando! Rá!

Meio óbvio, né? Porém, qual foi a sacada para o meu aprendizado? Bora desvendar o mistério 🙂

Estudar um pouco todos os dias

Estudar um pouco todos os dias é cientificamente comprovado como eficaz. Faço isso todos os dias da minha vida. Se está gostando de aprender assim, junte-se a mim também na lista do expert Sérgio Lopes sobre boas práticas de Javascript. Seja um de nós.

Faça cursos

Você já começou com essas boas práticas, mas não deixe de fazer cursos, claro 🙂

Criei mais de 50 cursos no Alura, e já assisti literalmente mais de 150. Haja estudo!

30 minutos por dia é uma meta animal!

Discuta as práticas com seus amigos

Questionar e ser questionado faz parte do aprendizado. Manda um whatsapp para um amigo agora. Isso agora. Fala “nunca mais vou usar stored procedure”. Ou “se lembra aquele delete que eu fiz ano passado?”. Puxa o assunto! Me conta o que aconteceu?

E aí, mandou? Já mandei pro meu irmão, estou esperando a resposta dele.

Tech Education Leader no Alura

  • Jamal Sami Malik

    Já fiz cursos no Alura, consigo fazer os exercicios tranquilamente, mas não consigo criar nada do zero, sempre fico travado. Tem alguma dica pra destravar isso? Estudo mais de 5 horas por dia e mesmo assim parece que não tem rendimento.

    • Mateus da Silva

      Talvez seja o modo com que você lida com a criatividade. Se você devorar cursos toda hora mas não tiver capacidade de abstrair e analisar áreas de aplicação, não lhe falta base em programação: você precisa modificar sua forma de enxergar problemas e desenvolver soluções . Há uma outra possibilidade, que é dura e triste: você não construiu afinidade com a área e, talvez, não criará. Eu tenho cursos em diversas áreas em que não sou capaz de inovar/criar, enquanto crio diversas ideias pra produtos e apps que não faço ideia NENHUMA de como podem ser produzidos. Se for o caso, talvez você devesse procurar uma nova área que até pode lidar com programação, mas sob uma perspectiva diferente da atual.

    • Guilherme Silveira

      Bom dia Jamal!

      Um desafio clássico é o começo, sair do zero mesmo. Em várias áreas do conhecimento uma das sugestões que voce vai ouvir bastante é: começa com qualquer coisa. Ao contrário do que os filmes e as histórias contam. Uma coisa não começa com um momento de epifania e lampada de ideia genial. Vai fazer um site novo? Se parece que travou, procura um site parecido e começa com a primeira tela, vai fazendo ela. Funcionou ela, vai pra segunda. Repara que é só uma dica de como começar, não necessariamente a mais produtiva a longo prazo, mas para pelo menos você começar encontrar a partir de qual funcionalidade/feature/ponto começar. Se você está estudnado programação e Java, sugiro ver o curso de Maven ou Spring Boot que servem para criar um projeto do zero, e ai depois criar uma primeira tela, segunda tela etc. Se está em Android/iOS, basta sair criando direto a tela do aplicativo que quer.

    • lockwear

      Se for em relação á:
      Design: Busque alguns modelos no Behance, ou Temporal Cerebral, ou em qualquer site, na qual você possa tentar se inspirar. Ou então, chute o pau da barraca e imagine algo meio doido, mas imagine, coloque seu cérebro em funcionamento
      – Web Design: Comece copiando os sites que você encontrar por ai(do mais simples ao mais complicado). Ou então, vá até um amigo seu, e faça uma simulação de que ele seja seu cliente e peça pra ele inventar uma empresa imaginária, na qual você possa desenvolver o site. Ou então, busque algum template e modifique-o à sua escolha
      – Programação Mobile: comece com um app simples, clássico, de calcular um IMC, depois vá melhorando ele, faça com que ele atenda aos padrões do Material Design, depois faça outro app para calcular a sua localização em tempo real e evolua ele para contar quantos metros você andou, e por ai vai..
      – Programação em geral: faça o mesmo do mobile, mas agora, pense em como você poderia fazer uma arquitetura. Estude sobre modelagem de dados, e vá criando suas classes com uma hierarquia que algumas empresas de desenvolvimento usam, e por ai vai
      Em suma: pense fora da caixa. Se não conseguir, busque inspiração e comece com algum desafio, por mais bobo que seja

    • Luan Bernardes

      Fala Jamal,
      os cursos te ajudam na parte técnica, eu acredito que só vai fechar o aprendizado quando colocar em um projeto real.
      Mas realmente é muito mais complicado desenvolver do zero isso é absolutamente normal pois você precisa de mais tempo e conhecimento. Ex: Você manja muito de javascript, mas para criar um projeto do zero, você precisa ter muito mais conhecimento do que uma linguagem como por exemplo estrutura de projeto, front, back…. geralmente as empresas separam as áreas pois não é tão trivial criar tudo.

      Então eu acho que esta faltando você colocar em prática, pra entender cada etapa (planejamento, execução, quando entra backend, quando entra frontend…) e é bem provável que boa parte do você imaginou/planejou não funcionará na prática, mas é absolutamente normal, faz parte do aprendizado. O importante é intender qual caminho está seguindo (mesmo que no começo ainda não tenha compreensão clara se é ou não o melhor caminho). Trabalhei com programadores geniais com 30 anos de experiência errando hehehe.
      Tem muito conhecimento opniões opostas… envolvendo programação e as vezes você sabendo como NÃO fazer já é um grande passo.
      Outra coisa, você sempre vai se deparar com problemas, uma das qualidades de um programador senior é como ele resolve os problemas.

Próximo ArtigoSaiba como o uso de templates pode agilizar seu trabalho