4 ferramentas para você criar uma paleta de cores para seus projetos

(Last Updated On: 14 de dezembro de 2017)

Em segmentos de produção de conteúdo visual, cada vez mais tem se falado sobre a influência que a paleta de cores exerce na vida de um profissional, seja ele aprendiz, amador ou experiente em sua área de atuação.

O fato é que há uma diferença marcante entre o designer que sabe não somente absorver referências, mas também criar a sua própria paleta de cores, do designer que sequer sabe da existência desse termo tão importante no ramo de criação visual.

Uma paleta de cores pode dar vida a um projeto, compor um ambiente, melhorar o conceito de uma arte e servir de inspiração, sendo limitada apenas pelo tamanho da sua criatividade. Por isso, no artigo de hoje separamos algumas ferramentas úteis para você criar a sua própria paleta de cores. Continue a leitura do conteúdo para conferir!

1. COLOURlovers

Para começar a nossa lista em grande estilo, nada melhor do que citar o famoso COLOURlovers, uma ferramenta prática, acessível e intuitiva. Trata-se de um site com interface agradável que reúne conteúdos criados pelos usuários, servindo como inspiração e aprendizado.

Por meio da plataforma é possível pesquisar por temas em diversas categorias, ou, se você preferir, pode pedir dicas e trocar ideias com outros usuários nos grupos de discussão do site.

Além disso, também é possível fazer upload de uma imagem de seu computador e extrair a paleta de cores, por meio dos recursos que a ferramenta oferece. Após o envio, basta selecionar a cor em uma miniatura da imagem e a composição será apresentada, mediante a predefinição escolhida.

Você encontrará funcionalidades como o COPASO, que permitirá a criação da sua própria paleta, utilizando o Color Wheel e um seletor de HSV e HSL, muito parecido com o recurso do Photoshop (mas que também possibilita alterações na saturação da imagem).

Você pode utilizar as predefinições do próprio site, se preferir, para complementar o seu projeto.

Vale ressaltar, ainda, que além dos grupos de discussão sobre inúmeros assuntos pertinentes à área de ilustração e design gráfico, o COLOURlovers também oferece ferramentas interessantes para que você crie as suas próprias patterns de maneira simples e divertida.

2. Color Explorer

Outra ferramenta inteiramente online para que você crie a sua paleta de cores, sem precisar instalar extensões no Illustrator ou no Photoshop, é o site Color Explorer. Sem dúvidas, um dos mais completos ambientes digitais que todo estudante de design deveria acessar ao menos uma vez em sua carreira.

Por meio do Color Explorer, por exemplo, é possível extrair a paleta de uma imagem e utilizar um seletor de cores com todas as opções de sombra ao mesmo tempo, mostrando o efeito de cada alteração em tempo real.

Após criar a sua paleta de cores, você também pode aplicar diferentes estilos e filtros que a modificam em tons mais quentes ou mais frios, além de estilos como sépia e P&B, ou até mesmo cores vivas para projetos mais ilustrativos.

A funcionalidade Color Matching permite que a utilização de parâmetros para encontrar a sua própria inspiração na hora de criar a paleta, bastando apenas definir uma cor principal como referência e depois realizar ajustes de iluminação, saturação, entre outros.

Outras duas ferramentas que podem ser muito úteis dentro do Color Explorer são o catálogo e a conversão de cores. Lembrando ainda que é preciso tomar cuidado ao utilizá-las, pois os recursos tentarão simular o equivalente à cor do RGB, como se estivesse em uma versão impressa do arquivo.

Como estudante de design ou profissional na área, você deve saber que, sem um trabalho minucioso de calibragem dos monitores, essa tarefa pode ser bastante complexa, já que os dados e valores que constam na tela nem sempre são os mesmos que sairão na arte impressa.

Por fim, é possível exportar a sua paleta de cores em diversos formatos, podendo abri-la em inúmeros softwares de edição de imagem e plataformas diferentes.

3. Adobe Kuler

Para utilizar esta ferramenta é necessário ter um nível básico de conhecimento de informática, já que se trata de uma extensão de temas do Photoshop ou Illustrator, mas nada que uma simples busca no Google não resolva.

O Adobe Kuler é um dos recursos mais conhecidos por designers e ilustradores, por causa de sua integração com os softwares da Adobe. Com ele, é possível criar as suas próprias paletas por meio do Color Wheel, com predefinições básicas (análogas, tríade, cores vivas, etc) — o que torna a combinação de tonalidades muito mais prática.

Assim como as ferramentas que citamos anteriormente, o Adobe Kuler também permite que você envie uma imagem de seu computador para que ele extraia suas principais cores. A extensão fará uma varredura em toda a imagem, separando a sua composição em sombras, tons e outras opções.

Vale ressaltar que, para buscar inspirações e referências, também é possível explorar paletas criadas por outros usuários, já que, ao finalizar um projeto, além de poder exportá-lo para os mais variados formatos de arquivo muito útil na hora de montar um portfólio de design, você também pode fazer upload de sua arte. Basta ter uma conta Adobe ID (é totalmente gratuita).

4. Color Scheme Designer

Para finalizar o conteúdo não poderíamos deixar de citar uma das ferramentas mais funcionais e intuitivas para criar a sua paleta de cores, o Color Scheme Designer.

Além de permitir que você encontre a paleta por meio do tradicional recurso Color Wheel, separando-as em cores frias e quentes, ele também mostra uma pré-visualização de cada paleta de acordo com a cor selecionada, abrindo uma página inteira como exemplo e permitindo que você altere até mesmo a saturação da cor selecionada — ou da paleta inteira.

As paletas de cores podem ser encontradas com o auxílio de alguns parâmetros que a ferramenta oferece ou, se você preferir, pode gerar uma paleta aleatória. E, ao finalizar o seu projeto, pode exportá-lo para os formatos GIMP, +CSS, XML, HTML, PSD e em texto caso queira copiar as informações do arquivo.

Por fim, o Color Scheme Designer conta com um recurso de acessibilidade muito interessante, que permite que as pessoas que têm algum tipo de deficiência visual, como a deuteranomalia ou deuteranopia, possam criar uma paleta de cores sem dificuldades.

Agora que você já conhece as principais ferramentas para criar uma paleta de cores para seus projetos, compartilhe este conteúdo com os seus amigos e familiares nas redes sociais! Estamos no Facebook, Google+, Twitter, Youtube e no Linkedin!

 

FIQUE POR DENTRO

Próximo ArtigoComandos básicos ao utilizar o Vim