9 erros de design e estrutura cometidos em sites e blogs

(Last Updated On: 2 de outubro de 2017)

Criar um site é como pegar um livro em branco e começar a preencher todas as páginas com histórias boas o suficiente para prender a atenção dos leitores. O lado bom é que você vai poder construí-lo do seu jeito, mas existem algumas coisas com as quais devemos tomar cuidado.

Enfim, depois de muito pensar nos prós e nos contras, você resolveu fazer um site ou blog para o seu projeto. No entanto, algo está errado: as pessoas simplesmente não estão acessando a página. Pode ser algum erro de SEO ou de divulgação, como também é possível que você esteja cometendo alguns erros de design.

Felizmente, existem maneiras para você tornar o seu site mais simples e mais atraente para os visitantes. Continue a leitura deste post para identificar os problemas mais comuns e aprender a resolvê-los:

1. Falta de informações na página inicial

Existem muitos sites que não publicam as suas principais informações na página inicial, e isso pode prejudicar a experiência do usuário. Por mais que isso não seja um erro, o recomendado é facilitar o acesso para esse tipo de dado, a fim de que o seu possível cliente entre em contato.

Além disso, o visitante pode achar cansativo ter que clicar diversas vezes para encontrar as informações sobre sua empresa. Lembre-se: busque sempre priorizar o que o usuário precisa, de forma simples e eficaz, por exemplo: seu e-mail, telefone ou outra forma de contato. Assim, você aumenta as chances de conversão e evita a perda de um possível consumidor.

2. Poluição visual

Sabe quando você entra em um site e parece que você ficou sem ar? Tudo querendo chamar sua atenção de alguma forma e você não tem nenhum descanso visual ali.

Atente-se se o seu site está visualmente poluído. Esteticamente falando, ter uma página com vários pop-ups, anúncios e propagandas não agrada a ninguém e prejudica a experiência do usuário.

Quem visita o seu site e observa esse monte de informações pode se perder em relação ao que realmente procurava. Em geral, pessoas que entram na internet para pesquisar estão em busca de algo que seja rápido e simples. Uma ótima solução para esse tipo de erro de design é diminuir a quantidade de links que devem ser clicados.

3. Qualidade das imagens

Além da poluição visual, você deve se atentar à qualidade das imagens que anexou ao site. Outra questão é se todas estão visíveis — principalmente em lojas virtuais.

Por exemplo: no seu portal são vendidos porta-retratos customizados, mas as imagens que você postou aparecem como indisponíveis. Quem passar por essa imagem e ler o que está escrito pode pensar que não há produto à venda.

4. Sites que não se adaptam aos dispositivos móveis

Cada vez mais, as pessoas estão se sentindo confortáveis em acessar os sites por meio do aparelho celular. Mas, para isso acontecer de maneira eficiente com a sua página na web, é necessário que você adapte o layout, tornando o seu site responsivo ou criando uma versão mobile.

Você já entrou em algum blog algum blog que precisava dar zoom para enxergar o texto? Ou com tudo desconfigurado na tela quando acessa via smartphone? Se sim, você provavelmente ficou muito frustrado.

Pois é exatamente isso o que acontece com os seus clientes e com os seus possíveis clientes quando não conseguem acessar o seu site no smartphone, tablet ou outro dispositivo móvel.

5. Cores que não combinam com a identidade visual

Imagine que o banco que você tem conta resolve mudar a cor do internet banking de roxo para laranja ou de vermelho para verde, provavelmente você vai ficar assustado.

Por isso tome sempre cuidado com as cores utilizadas no seu projeto. É preciso que elas estejam de acordo com a identidade visual da marca.

Além disso, seria interessante criar uma paleta para que os tons combinem entre si, sem causar poluição visual. Melhor dos mundos seria a criação de um manual da marca, um Manual de Identidade Visual

Também é recomendado utilizar a psicologia das cores, fazendo com que tudo no design do seu site funcione a favor do seu negócio.

6. Erros nos links

Links quebrados em qualquer plataforma web é um tanto desesperador. Será que é o site, o computador ou a conexão que deu pau? É preciso tomar muito cuidado na hora de linkar as páginas e artigos do seu site ou blog.

Qualquer usuário que esteja navegando na sua página certamente desistirá e sairá do seu site ao encontrar um link que não leva a lugar nenhum.

Então, tome cuidado — seja com a linkagem interna (para outras partes do seu próprio site), seja com a linkagem externa (quando você faz um hiperlink para um site ou blog parceiro).

Além disso, quando for atualizar qualquer parte do seu site, verifique se haverá alguma mudança e confira se o hiperlink já inserido continua correto. Google Analytics pode ser seu amigo nessa.

7. Falta de cuidado com as fontes

Quando for criar a identidade visual do seu site, você também deve se preocupar com a fonte escolhida. Busque algo fácil de ler e que não torne o site cansativo.

Sobre o tamanho, o ideal é acima de 16 pixels, pois esse é o padrão recomendado para os navegadores. Os usuários poderão ajustar a fonte de acordo com o que mais gostam. Mas lembre-se: nem todas as pessoas sabem fazer isso.

Por isso, mantenha a letra de forma que a maioria possa ler com tranquilidade as informações.

8. Excesso de publicidade

Imagine que você entrou em um site para buscar uma simples receita de bolo e, ao clicar, 2 abas com publicidade foram abertas. Isso é muito incômodo!

Por mais que você queira divulgar o trabalho de um patrocinador, não é preciso fazê-lo de forma tão invasiva.

O excesso de propaganda interrompe a leitura do usuário e incomoda bastante, gerando uma rejeição ou fazendo com que ele nunca mais queira acessar o seu site.

9. Problemas visuais nos textos

Nada pior do que clicar em um artigo e ver que ele é um texto que parece um bloco, sem nenhuma divisão de parágrafos. Fazer o texto com trechos breves torna a leitura mais fácil e menos cansativa.

Busque, também, criar subtítulos e dispor os textos de forma que o usuário consiga “escanear” as partes mais interessantes para aumentar o seu envolvimento com o conteúdo e a sua permanência no site.

Os erros que acontecem em sites e blogs, definitivamente, são muito comuns. Mas, com o devido cuidado e com a ajuda de profissionais de confiança para criar ou para atualizar o portal de sua marca, é possível ter um lugar impecável na web. Isso, com certeza, vai fazer o seu negócio se destacar!

Gostou deste conteúdo sobre os erros de design mais comuns em sites e blogs? Então compartilhe-o nas suas redes sociais para ajudar mais pessoas!

 

FIQUE POR DENTRO

Bacharel em Design Digital, atua na área de web há cerca de cinco anos. Já trabalhou também com animação e edição de vídeo.

Atualmente desenvolve e ensina front end e UX Design na Caelum. Ama tecnologia, front end, design, jogos e coisas revolucionárias.

Próximo ArtigoDiferenças entre Hubs e Switches