Afinal, como se estruturar para trabalhar em casa?

(Last Updated On: 4 de dezembro de 2017)

Ultimamente, a modalidade de trabalho remoto tem sido uma ótima alternativa para profissionais que desejam trabalhar em casa e ter mais liberdade e flexibilidade na sua rotina. Apesar disso, é preciso que haja dedicação, organização e uma rotina de trabalho bem estruturada, por parte daqueles que o exercem.

Por não ser necessário comparecer a um escritório físico, nessa modalidade é possível trabalhar em qualquer lugar do mundo, desde que se tenha acesso à internet.

Mesmo com essa rotina diferente dos padrões que conhecemos, é possível ser um funcionário convencional, com carteira assinada em uma empresa, ter um contrato de trabalho por determinado período de tempo ou, também, ser um profissional freelancer.

Entretanto, é importante lembrar que, para ser produtivo no home office e alcançar o resultado esperado, o profissional precisa de bastante disciplina e equilíbrio, além de evitar distrações.

Sendo assim, confira a seguir algumas dicas que separamos para que você saiba como iniciar seu trabalho em casa da melhor forma possível. Vamos lá?

1. Crie um local de trabalho na sua casa

Sabemos que o home office torna bastante tentadora a ideia de trabalhar na cama ou no sofá, usando seu pijama e, quem sabe, com o notebook apoiado em alguma superfície aleatória. Porém, essa pode não ser uma boa ideia.

Esse tipo de atitude provavelmente impactará de forma negativa o seu desempenho, fazendo com que haja uma queda na produtividade.

Ainda que não exista um escritório na sua casa, é fundamental criar um local de trabalho personalizado exclusivamente para você e já com tudo que você poderá precisar na sua jornada de trabalho.

Pode ser num quarto, no canto de uma sala ou até mesmo na cozinha. O importante é que seja um local exclusivo para seu trabalho.

2. Vista-se para o trabalho

É muito mais confortável andar com seu pijama do que com roupa social. Pensando assim, parece uma ótima ideia usar a roupa de dormir como uniforme para o trabalho em casa.

Apesar disso, ficar com o roupão o dia inteiro enquanto trabalha também é uma atitude prejudicial para a rotina de trabalho, pois dá um ar de casualidade às suas tarefas.

A melhor saída, nesse caso, é se vestir como se fosse sair de casa — para visitar uma loja, por exemplo. Tome um banho, vista-se e tome um café da manhã, da mesma forma que faria se estivesse se preparando para ir para o escritório de uma empresa.

 

3. Defina uma agenda para o seu dia

Quando você mantém o hábito de acordar e ir diretamente para o PC para ler as notícias do dia ou checar seus e-mails enquanto decide o que vai fazer, a tendência é ter um dia com uma produtividade muito baixa.

O ideal é que você utilize uma agenda onde estejam anotadas, desde o dia anterior, as suas tarefas daquele dia, organizadas por ordem de importância.

Dessa forma, não haverá procrastinação enquanto você define o que será feito. A partir daí, será apenas uma questão de colocar a mão na massa e ir riscando as tarefas da lista à medida que concluí-las.

4. Separe o pessoal do profissional

É muito comum ver pessoas que trabalham em casa misturarem atividades da rotina pessoal com as tarefas do trabalho. Isso ocorre com mais frequência quando se trata de fazer compras online, ver e-mails, fazer ligações e navegar na internet. Essa última, principalmente.

Isso é algo que com certeza atrapalha o ritmo e níveis de produtividade, sobretudo se você fizer essas atividades com muita frequência durante o dia.

A partir do momento em que iniciar o trabalho, procure focar apenas nas tarefas dele, deixando assuntos pessoais para serem tratados em momentos de pausa, como no almoço ou no fim do expediente, por exemplo. Agindo com essa disciplina, o ganho na produtividade será altamente perceptível.

5. Esqueça que está na sua casa

Essa é uma daquelas máximas em que você diz que “falar é fácil”.

A verdade é que, se você ficar pensando nas atividades domésticas, como arrumar a cama, lavar a louça ou limpar a cozinha, elas poderão se tornar as desculpas perfeitas para se convencer a adiar as tarefas do trabalho, como concluir uma planilha complexa ou iniciar um novo projeto.

Além disso, quem trabalha em casa também tem a tendência de utilizar momentos de pausa para cuidar das tarefas domésticas pendentes. Essa não é uma boa ideia, já que atividades desse tipo sempre demoram mais do que o planejado.

6. Estabeleça metas sólidas e recorrentes

Se você busca garantir o sucesso profissional com o home office, é essencial que se tenha objetivos definidos, sejam semanais ou mensais.

Esses objetivos a serem atingidos — definidos por você ou pela empresa para a qual trabalha — são uma ótima forma de direcionar o seu foco e certificar-se de que está mantendo o ritmo necessário para alcançar o sucesso esperado. Trabalhar sem metas ou direção pode custar caro, portanto, tenha objetivos, sempre!

7. Cuidado com a ideia de recomeçar no dia seguinte

Tenha cuidado com as pausas quando não estiver tendo um dia tão produtivo. Alguns pensam que pode ser melhor, por exemplo, pausar a tarefa e retornar no dia seguinte, mas esse é um erro grave e pode se tornar uma bola de neve.

A verdade é que, ao fazer isso, o profissional terá prejuízos ainda maiores com sua rotina. Além de atrasar as atividades mais do que o esperado, será mais difícil retomar o ritmo no dia seguinte e isso abrirá margem para que o problema se repita.

Portanto, procure treinar seu cérebro a não abandonar as atividades tão rapidamente. Se bater aquela falta de inspiração, faça tarefas secundárias, organize papéis ou objetos no escritório, busque inspiração online ou dê uma volta para refrescar a mente. Assim, será muito mais fácil se recuperar e retomar a rotina.

8. Lembre-se do networking

Trabalhar em casa normalmente permite ter paz e concentração absoluta para a execução das tarefas. Um ponto negativo é que também é muito fácil se isolar do restante do mundo, o que pode não ser uma ideia muito saudável..

Para os profissionais que são freelancers, é importante manter uma rede de contatos crescente, além de buscar frequentar eventos relacionados à sua área. Essa costuma ser uma ótima oportunidade para ampliar sua rede, conseguir novos projetos e aprender cada vez mais.

Seguindo todas essas dicas, você certamente conseguirá manter uma rotina produtiva, tendendo a alcançar os resultados esperados.

E aí, curtiu aprender como trabalhar em casa de forma produtiva? Comenta aí com a gente que táticas você tem usado!

E se quiser entender um pouco mais a fundo de como criar Hábitos Produtios, temos um curso na alura que passar um pouco dessas ideias com base em conceitos muito interessantes! Dá uma olhada lá 😉

 

FIQUE POR DENTRO

Blogueira, facilitadora do aprendizado, graduada em Marketing, pós-graduada em Neurociência aplicada à educação, atualmente estudante de Psicologia, quero te ajudar a ressignificar o seu aprendizado através de técnicas de foco, criação de novos hábitos e autoconhecimento.

Próximo ArtigoO que são imagens vetoriais e por que utiliza-lás?