Aprendizagem, tecnologia e o nó górdio

(Last Updated On: 4 de janeiro de 2018)

Quando se fala em aprendizagem e tecnologia, um tema que causa debate, apreensão e, por vezes, desânimo é a questão da infraestrutura. Ou talvez da nossa penúria de infraestrutura. Falo do Brasil.

Não falo dos Estados Unidos ou da Europa, onde existe esse problema em grau menor, mas existem outros, como o dump de uma tecnologia (preparar o jovem para ser um bom consumidor dos produtos de uma empresa através da doação pela empresa de equipamentos, softwares e conteúdos e, consequentemente, com o conhecimento da dobra mais escondida da alma do aluno).

Numa palestra perguntaram como um software pode ser usado em escola sem verba suficiente? Com simplicidade, a palestrante respondeu: há escolas que compram quantidade de equipamentos menor do que o número de alunos e os alunos os utilizam em dupla, em trio…

Isso dá oportunidade para trabalhar a colaboração, um comportamento esperado para cidadãos do seculo XXI. (A oportunidade nasce das deficiências. Com isso não estou dizendo que se quer a deficiência, mas quando ela existe, procura-se ver nela a oportunidade).

É isso que encontramos no fórum, por exemplo, da Alura.
Procuramos entender a questão de um problema em diversas perspectivas; diversos sào os alunos, diversas as posições.
Procuramos discutir os diversos caminhos de soluções.
Encontramos diversas solucoes e adotaremos uma delas pelo tempo em que ela for uma solução.

E dessa forma também flutuam as empresas modernas.
Como casamento. Unimo-nos para expandirmo-nos.

E assim desatamos o nó górdio.

Quando falamos em relacionamentos interpessoais, é importante entender um pouco mais a fundo como lidar uns com os outros e dar um feedback da maneira correta. Na Alura temos um curso de Relacionamentos pessoais que fala exatamente disso. 🙂

FIQUE POR DENTRO

Próximo ArtigoVerificar se é letra ou número no Java