As engines de renderização dos browsers

(Last Updated On: 20 de novembro de 2015)

Os principais browsers do mercado hoje são: Chrome, Firefox, Safari, Opera e Internet Explorer/Edge. E cada um desses navegadores usa uma engine de renderização diferente.

O Internet Explorer usa o Trident e Edge o EdgeHTML(que é um fork do Trident). Firefox o Gecko, Safari o Webkit e Chrome e Opera usam o Blink. Vale lembrar que o Opera Mini e o Opera Classic não usam Blink, mas o Presto, que ainda é bem importante.

Mas afinal, o que é uma engine de renderização?
Basicamente, é apenas das partes da estrutura de um navegador.

Mas vamos lá…quando abrimos um website, o que vemos?
Várias coisas: Imagens, botões, links, etc. Só que quando o navegador faz uma requisição para o servidor, ele não recebe esse conteúdo todo bonitinho e simplesmente joga na tela. Não, ele recebe uma mistura de código HTML, CSS, XML e imagens e precisa de alguma forma lidar com isso.
É aí que entra a engine de renderização: é ela que é responsável por pegar todo esse conteúdo, interpretar ele e desenhar o site para a gente no navegador.

Esse processo de leitura e renderização é feito em várias fases. Esse artigo explica muito bem como os navegadores modernos funcionam e como todo esse processo acontece (:

E aí, gostou? Quer aprender mais?
Dá uma olhada na nossa Trilha HTML e Front-End!

FIQUE POR DENTRO

Desenvolvedor e criador de conteúdo no grupo Caelum. Host do Alura Live.

Sempre aprendendo coisas novas e passando o conhecimento adiante.

  • Icaro

    Dai a gente vai lá e faz um teste automática em HtmlUnit ou Phantom e …. BUM… scripts quebrando em mais um cenário de execução diverso aos dos usuários kkk

  • Massa! Super interessante esse post, n sabia que o opera também usava o blink o/
    E só um detalhe, nessa linha aqui: “Basicamente, é apenas das partes da estrutura de um navegador.” Não seria “.. é apenas uma das partes..” ?

    Abração e parabéns pelo post!

Próximo ArtigoEscopos no JavaScript