Carreira como freelancer: saiba como organizar uma rotina de trabalho!

(Last Updated On: 6 de junho de 2017)

Quem opta por seguir uma carreira de freelancer tem vários benefícios, como flexibilidade de horários, não enfrentar congestionamentos diários no trânsito e liberdade para programar alguns dias de folga durante a semana.

No entanto, assim como todo trabalho, esse tipo de profissional também enfrenta diversos desafios. Afinal, manter a organização, a concentração e a produtividade são verdadeiros obstáculos.

Para cumprir as demandas diárias, é necessário planejar sua rotina, definir prioridades e programar cada tarefa para que ela seja concluída sem estresse e com qualidade. Mas como fazer isso?

Quer descobrir como organizar a sua rotina de trabalho na carreira de freelancer? Então continue acompanhando este artigo e confira as nossas dicas!

1. Escolha um local de trabalho

Quem trabalha em home office precisa organizar não só a rotina, mas também seu ambiente de trabalho. Uma boa organização dependerá do local que você escolher  em sua casa como seu escritório. 

Quando você escolhe onde executará as suas tarefas diárias, seu cérebro consegue entender que aquele momento é para trabalho e não para lazer. Além disso, outra vantagem desse espaço é que ele estará sempre preparado para você desenvolver suas atividades.

2. Defina seu horário de trabalho

Ter flexibilidade de horários é o sonho de qualquer profissional freelancer, não é? Mas, para que você consiga entregar suas demandas, é crucial estipular qual será o horário do seu expediente. Geralmente, quando uma pessoa trabalha em home office, ela se perde facilmente entre o trabalho e lazer.

Uma rotina desorganizada leva o profissional a trabalhar várias horas por dia, inclusive à noite e aos finais de semana. E isso, obviamente, é muito ruim, pois o período de descanso é essencial para qualquer ser humano.

Nesse sentido, ao estipular um horário para trabalho você terá os seguintes benefícios:

  • mais produtividade;
  • mais tempo disponível para lazer;
  • melhor planejamento da sua vida social.

3. Crie um ritual diário

Qual é horário em que você acorda? Quando você faz o seu horário de almoço? Ter respostas para essas perguntas é muito importante para que você organize melhor o seu dia. Afinal, será mais fácil definir quando é o momento para trabalho e quando é o momento para lazer.

Então, aplicando esse ritual no seu cotidiano, você consegue cumprir as suas demandas com mais facilidade e evita a famosa procrastinação — que tanto prejudica aqueles que seguem carreira como freelancer.

4. Estabeleça suas prioridades

De fato, grande parte dos freelancers ainda comete um grave erro quando organiza o seu dia de trabalho: não estabelecer prioridades para as suas demandas.

Não adianta pegar uma agenda e sair anotando as suas tarefas. Elas não possuem a mesma importância e, assim, você perderá tempo com um trabalho que poderia ser executado em outro momento. 

Contudo, existem alguns critérios que você pode utilizar para escolher as demandas mais urgentes. Os principais, em ordem de importância, são:

  • Prazo da tarefa: produza primeiro os conteúdos que possuem um prazo menor para ser concluído. Nunca é demais lembrar que a pontualidade é essencial para um freelancer. 
  • Nível de dificuldade da tarefa: suas produções estão em dia? Então, avalie a qualidade da tarefa para descobrir por onde começará o seu trabalho. Recomendamos que você inicie o seu dia com as tarefas mais complicadas, afinal, você terá mais energia para pensar nas melhores ideias. As fáceis deixe por último, pois o seu cérebro estará cansado e não será necessário pensar muito sobre um determinado projeto. 
  • Conhecimento prévio: inicie o seu dia com as tarefas que exigem mais pesquisas. Com o corpo mais descansado, sua mente estará mais tranquila para absorver as informações e você estará mais disposto a conhecer novos assuntos.

5. Programe cada atividade

Desafios e surpresas são bem comuns no dia a dia de um freelancer, pois é difícil prever se cada job será fácil ou difícil. E o tempo necessário para concluir cada demanda dependerá da complexidade do material.

Então, para evitar que você demore muito tempo em uma tarefa e prejudique sua rotina, crie o hábito de programar as suas atividades.

Dessa forma, além de avaliar a sua produtividade com mais clareza, você poderá organizar sua rotina com mais praticidade, já que terá conhecimento sobre o grau de dificuldade das suas tarefas.

6. Estabeleça limites para as suas tarefas

O excesso de tarefas também pode prejudicar a sua rotina: não adianta ter várias demandas se você não consegue entregá-las dentro do prazo.

Quando você não cumpre com o combinado, certamente a sua credibilidade será afetada. Como consequência, terá menos trabalhos para criar no futuro, pois a confiança entre você e seu cliente ficará estremecida.

Portanto, ao listar quais tarefas serão executadas ao longo do dia, considere somente aquelas que você tem certeza de que concluirá.

7. Fique longe dos vilões da organização

É maravilhoso quando você consegue colocar todas as orientações no papel, não é? Ao lado da organização, aparece a produtividade e mais qualidade de vida!

No entanto, tudo isso pode se perder se você não conseguir vencer os vilões da produtividade. E, para isso, é necessário manter a disciplina, pois eles são muitos e bem tentadores.

Estes são apenas alguns deles:

  • televisão ligada;
  • redes sociais (facebook, twitter…);
  • serviços mensageiros (whatsapp, telegram…);
  • videogame;
  • preguiça;
  • relacionamento com familiares e outros membros da casa.

De fato, uma das maiores dificuldades de quem segue carreira como freelancer é explicar para seus familiares ou membros da sua residência como ocorre a sua rotina. Afinal, apesar de você trabalhar em casa, eles não podem perturbá-lo toda hora. 

8. Dê presentes como prêmio para si mesmo

Nada é mais gratificante para um freelancer do que quando ele consegue terminar uma tarefa para um cliente, que a aprova sem nenhuma alteração. E um desempenho como esse merece ser comemorado, então, aproveite a oportunidade para se dar um presente!

Os benefícios podem ser variados. Já que o seu escritório é em casa, passe um tempo com a família, jogue um videogame ou assista a sua novela preferida. Qualquer coisa que te relaxe pode ser interessante.

E não use o tempo livre para adiantar outras demandas. Lembre-se: é importante reservar um tempo para si mesmo.

9. Reserve um período para se organizar

Essa dica pode até parecer estranha. De fato, com a correria do dia a dia, esse detalhe passa despercebido e informações importantes podem se perder em rascunhos, arquivos ou papéis.

Mas é mesmo essencial separar um período do seu dia para organizar como será a sua semana. Só assim será possível economizar e preparar o seu tempo.

Use o domingo à noite ou a segunda de manhã para deixar tudo em ordem, pois nesses dias você já sabe como será sua semana. E não se esqueça de reservar um espaço para imprevistos — eles sempre acontecem, e podem prejudicar o seu trabalho.

10. Use a técnica Pomodoro

Por fim, há uma técnica que vale muito a pena indicar. Desenvolvida pelo italiano Francesco Cirill, a técnica pomodoro se baseia na teoria de que, quando dividimos o fluxo de trabalho em blocos, tanto a nossa produtividade como nosso foco aumentam em um dia de trabalho. E, nesse caso, cada bloco é denominado de Pomodoro.

Então, para aplicar essa técnica em seu dia a dia, siga os seguintes procedimentos:

  1. enumere suas tarefas que ainda não foram finalizadas;
  2. com o auxílio de um cronômetro, programe o tempo limite para concluir sua tarefa. Estabeleça 20 minutos;
  3. execute uma tarefa e termine-a sem interrupção. Para isso, lembre-se de eliminar os vilões da organização;
  4. quando o tempo terminar, faça uma pausa de cinco minutos. Aqui é permitido caminhar pela casa, interagir com a sua família ou até conversar com amigos nas redes sociais;
  5. assim que concluir sua tarefa, lembre-se de riscá-la da sua agenda;
  6. depois, continue o seu trabalho. E, novamente, aplique a técnica por mais 25 minutos;
  7. quando concluir quatro “pomodoros”, estabeleça uma pausa de 30 minutos.

Por fim, para conseguir resultados com essa técnica na carreira de freelancer, coloque no papel quantos pomodoros foram necessários para finalizar as suas tarefas. E não se esqueça desse procedimento, pois ele ajuda a entender quanto tempo foi necessário para terminar as demandas. 

Então, agora que você já sabe como deixar a sua carreira como freelancer mais organizada, sugerimos que pratique essas técnicas diariamente. Afinal, a prática leva à perfeição! E, caso você tenha alguma dúvida relacionada ao assunto, aproveite a oportunidade e deixe o seu comentário! 😉

Fique por dentro

Content Editor at Alura and Software Developer

  • Cristiano Andrade

    Caraca, muito bom esse post, tenho interesse de iniciar na carreira de freelancer, porém não tenho experiencia de mercado, é recomendado iniciar logo de cara como freelancer?

    • Alex Felipe

      Oi Cristiano tudo bem? Se for um trabalho trivial que não exige um conhecimento técnico específico eu não vejo problema algum. Porém, se você quer atuar como por exemplo, técnico de informática, programador, designer ou alguma área de tecnologia na qual a responsabilidade é maior, recomendo que você primeiro pegue experiência na área, pois dessa forma você terá maturidade o suficiente para encarar quaisquer desafios que virão mais pra frente.

      Acredito que neste instante você pode estar pensando: “Mas muitos dos empregos exigem experiência para começar…”. De fato essa é uma realidade, entretanto, existem vagas de estágio que são de fato, a oportunidade para adquirir experiência e desenvolver suas habilidades na área que pretende seguir. Além disso, você pode conseguir um ótimo networking com pessoas que já atuam na área… Consequentemente você acaba adquirindo recomendações de seus colegas de trabalho, e então, você percebe que já pode fazer seus freelas sem receio. Afinal um dos principais pontos quando fazemos freela é justamente a qualidade do nosso serviço, ou seja, se for bom você será recomendo, caso contrário, provavelmente você não terá novas oportunidades.

      Desejo-lhe boa sorte neste ano de 2017 e um abraço!

  • Marcelo Custódio

    Muito bom artigo. Parabéns.

    Como sugestão, você poderia ter abordado uma questão crucial para todo freelancer que é a parte financeira – talvez num futuro artigo.

    De como tem que fazer um planejamento financeiro rigoroso ( mais do que um empregado ) inclusive poupando pois nem sempre há demanda de job.

    • Alex Felipe

      Oi Marcelo, tudo bem? Que bom que tenha gostado! Obrigado pelo elogio.

      Sobre a questão da parte financeira de fato é um dos pontos mais importantes que temos que ficar atentos quando atuamos como freelancer, evitei de mencionar novamente esses detalhes justamente porque existem alguns artigos de colegas de trabalho que já falaram um pouco a respeito, ou seja, preferi adicionar novas dicas para quem já leu os posts que foram publicados 😉

      É possível ver todo conteúdo sobre freelancer que temos a partir deste link http://blog.alura.com.br/?s=freelancer

      Aproveitando que você comentou, irei conversar com a equipe para tentarmos montar um artigo com o foco dessa questão econômica.

      Abraços.

  • Silas Ribeiro

    Muito o bom o artigo, gostei muito!!!
    Gostaria que você abordasse sobre questões legislativas, tipo contratos e outras questões para nos proteger.

    • Alex Felipe

      Obrigado pelo feedback Silas! Obrigado pela sugestão, eu vou conversar com a equipe a respeito do tema.

      Abraços.

  • Carolina Pacheco

    Adorei as dicas!

    Super valiosas, principalmente para quem está iniciando.

    Parabéns e muito obrigada, Alex!

    • Alex Felipe

      Obrigado Carolina. Fico contente que tenha gostado 🙂

      Abraços.

Próximo ArtigoA importância da capacitação para o profissional de tecnologia