Como escolher minha carreira em TI?

(Last Updated On: 3 de Janeiro de 2018)

O ano está acabando e no próximo ano já tenho minhas metas de estudo. Quero ser programador! Mas em um mundo com tantas linguagens de programação, qual devo aprender primeiro?

E se existem várias linguagens, quantas devo aprender? Uma, duas, três, todas que eu puder?.

Quando estamos ingressando nesse mundo de programação, essas são algumas perguntas que podem surgir. Por isso, ter em mente qual o seu objetivo, é muito importante no processo de aprendizagem.

Hoje em dia, grande parte das aplicações no mercado estão na web, sejam eles sites web ou aplicativos mobile utilizam esses serviços.

Se o foco é ingressar rapidamente no mercado de trabalho buscar uma linguagem que atenda esses quesitos é importante.

“Tudo bem, eu quero entrar no mundo de desenvolvimento web, o que devo fazer?”

O básico

O primeiro passo para se aprender qualquer linguagem é saber lógica de programação. Por mais que cada linguagem tenha suas singularidades, a lógica é a mesma para todas, apenas o modo de aplicá-la pode ser diferente.

E como fica na parte de front-end?

Se o foco é estudar web, aprender lógica com Javascript pode ser um ótimo começo. Javascript é umas das linguagens mais utilizadas no mundo e a principal linguagem quando falamos de front-end.

Começar vendo lógica com Javascript pode encurtar o caminho para aprender outras tecnologias como Angular, React, ou NodeJS.

“Mas e se eu já sei Javascript e quiser migrar para o back-end?”

Se você já sabe Javascript, você pode criar aplicações no lado do servidor usando NodeJS, um framework usado por muitas empresas para desenvolver suas aplicações back-end.

Ou então, você pode aprender PHP, umas das linguagens de back-end mais utilizadas no mundo. Com PHP você pode começar a desenvolver para WordPress, o sistema de gerenciamento de conteúdo que roda por trás de grande parte dos sites do mundo.

Já no back-end…

Se estiver buscando algo mais voltado ao back-end, isto é, o código que roda no servidor, talvez aprender lógica de programação com Ruby e criar seu próprio jogo possa ser um bom caminho.

A linguagem Ruby possui o framework Rails, um frameworks muito utilizado no mundo back-end.

Temos também outras linguagens como Java, ou C# com .Net.

Com Java, além de desenvolver para back-end com JavaEE ou com o framework Spring, você consegue desenvolver para smartphones Android, ou então aprender Kotlin pode ser uma boa pedida.

No caso de querer se especializar apenas em uma plataforma, como o IOS, talvez aprender Swift, a linguagem da Apple para desenvolvimento de seus apps.

Com .Net também temos uma linguagem muito usada no mundo corporativo, e também podemos desenvolver tanto para IOS quanto para Android, utilizando o Xamarin.

Agora, se você seguiu como um desenvolvedor Javascript, você pode utilizar seus conhecimentos de front-end e desenvolver para mobile utilizando Cordova, ou Ionic.

“E o que mais posso fazer?”

Além de programação, temos outras áreas no mundo de TI. Como por exemplo redes de computadores.

Aprender mesmo que o básico de redes, como conhecer os protocolos, entender sobre roteadores e switches, é algo importante para o profissional de infra.

Entender como funciona um sistema operacional pode ajudar a preparar um servidor para receber uma aplicação.

Caso você queira integrar seus conhecimentos em programação com infra, talvez estudar para ser um DevOps é o caminho a se seguir.

DevOps nada mais é do que a integração da equipe de desenvolvimento (Dev) com operações (Ops), ou seja, com a equipe de infra.

Com o objetivo já definido fica mais fácil criar um calendário de estudos. E para você que quer entrar no mercado de trabalho, talvez utilizar o LinkedIn pode ser de grande auxílio para alavancar sua carreira.

FIQUE POR DENTRO

  • Vitor Almeida

    Eu fico muito confuso sobre o que aprender, pois estudo as tecnologias para desenvolvimento web já que é o mercado com mais oportunidades, mas não curto muito front-end. Aí penso em estudar Python pq curto IA/Data Science, mas é um caminho mais longo. No fim, fico perdido pq não tem como estudar tudo isso de vez e preciso logo ser absorvido pelo mercado de trabalho.

    • Yuri Oliveira

      Olá Vítor, tudo bem?

      Se quer desenvolver para web e não gosta do front, você pode focar em alguma linguagem de back-end, como Java, PHP, Ruby, ou o próprio Python.

      Se você quer estudar Python e pensa em entrar no mercado de trabalho, você pode estudar alguns frameworks back-ends do Python. Por exemplo, Django, ou Flask.

      Dessa forma, você vai estar estudando a linguagem Python, pode entrar no mercado de trabalho, e quando começar a estudar Data Science/IA, vai ficar mais fácil, por estar acostumado com a linguagem.

Próximo ArtigoDesigner ou UX Designer?