Como lidar com os limites de resolução em sites responsivos?

(Last Updated On: 12 de junho de 2017)

Um site responsivo vende a ideia de se adaptar a todo tipo de resolução. Mas é mesmo todo tipo? E os extremos? Telas muito pequenas e telas muito grandes? Como lidar? Ou melhor, como adotar uma estratégia pragmática com relação a isso?

Essa excelente pergunta foi trazida ao fórum da Alura pela Luana que estava fazendo nosso curso de Web Design Responsivo.

Entendendo os sites únicos e responsivos

Os sites únicos responsivos são uma resposta a prática que tínhamos antes de “criar um site pra cada aparelho”. A ideia era que antigamente pessoas faziam sites diferentes pra mobile, pra desktop e até pra tablet (os famosos sites m.).

E isso na prática é impossível de se fazer. Há muitos dispositivos diferentes. Então preferimos a ideia de um site único que se adapte a diferentes resoluções de tela.

Essa adaptação é feita com design responsivo: um design base com pequenas adaptações feitas nas media queries.

Sites responsivos no mundo ideal

No mundo ideal, todos os sites do mundo deveriam se adaptar a todas as resoluções do mundo. Isso seria o mega responsivo ideal. Que ninguém faz.

Na prática, estabelecemos limites que nosso site deve suportar. Isso dentro dos limites do nosso público e do que acreditamos ser prioridade hoje.

Vejo da mesma forma como nenhum site hoje suporta IE4 mais; não faz sentido. No mundo ideal, suportaríamos todos os browsers e resoluções de tela possíveis.

Então o que devo fazer no mundo real?

No mundo real, priorizamos pra suportar o máximo possível dentro dos critérios do projeto.

Então como não dá pra suportar todos os tamanhos de tela (esse número seria infinito) é comum fixar um valor máximo pra suportar.

Por isso o site da Alura por exemplo não fica legal em 2000px. E, se for ver, não fica legal em telas pequenas de 200px também.

O site é responsivo entre os limites de 320px e 1400px. Fora deles, quebra.

Inclusive eu gosto de explicitar esses limites em código pra deixar bem claro o intervalo de resoluções que aquele projeto suporta (e, de novo, cada projeto deve priorizar do seu jeito):

html {
   min-width: 320px;
   max-width: 1400px;
}

Quer receber mais conteúdos como este? Aproveite e assine a nossa newsletters!

FIQUE POR DENTRO

  • Erik Castilho

    Ao iniciar um projeto, seguir a linha do “Mobile First” ou desenvolver para desktop inicialmente e depois deixá-lo responsivo?

    • Depende do foco do projeto, e dos objetivos.

      O uso do bootstrap é interessante ter o “Mobile First” pois é do proprio bootstrap. Na minha vivência o cliente não tem tanta preocupação com o mobile ele quer ver o site lindo e bonito no computador dele e o resto é algo q ele não se preocupa.
      No meu caso acabo fazendo um desktop first e lido usando media querys fazerem o trabalho.

      Mas como tudo na informática é que depende da realidade no momento.

Próximo ArtigoProdução de conteúdo: veja dicas para ter material relevante no seu blog!