Como medir o ROI dos treinamentos online

Você sabe medir o ROI dos treinamentos online na sua empresa?

(Last Updated On: 25 de Abril de 2018)

Vamos supor que você é um líder que contratou treinamentos online para a sua equipe. Você escolheu os cursos, planejou e fez um cronograma para que cada membro do time pudesse aprender o máximo possível. Agora chegou a hora de mostrar para o seu supervisor, ou mesmo para o setor financeiro, os resultados que esse treinamento teve.

Medir o retorno sobre o investimento dos treinamentos online corporativos pode ser um desafio, pois é preciso comprovar que foi o investimento em pessoas que gerou um determinado resultado, e não outros fatores. Mas, seguindo o Método Kirkpatrick-Philips, você vai conseguir entregar um relatório do ROI com sucesso.

Então, como medir o ROI dos treinamentos online?

Primeiro, faça uma análise dos impactos positivos

Para facilitar na hora de medir os resultados, você precisará analisar vários fatores que possivelmente foram impactados pelo treinamento, começando com as mudanças imediatas. Que tal descobrir as reações dos participantes? Eles consideraram o treinamento adequado às suas necessidades? Você pode realizar uma pesquisa com formulários online, ou entregar fichas de satisfação, para que os funcionários avaliem o treinamento de forma anônima.

Depois de vários dias após a finalização da capacitação, você vai querer saber se os participantes ganharam novos conhecimentos que podem ser aplicados no trabalho deles. Caso o treinamento foi focado nas habilidades técnicas, você pode verificar se a execução das tarefas do dia a dia melhorou em questões de maior desempenho, menos bugs ou criação de novos produtos.

Caso a sua equipe tenha participado de um treinamento em soft skills – como atendimento ao cliente, negociação ou liderança – você pode observar mudanças no comportamento ou melhorias no trabalho em time.

Com o passar do tempo, você vai querer validar se os resultados do treinamento foram duradouros ao longo prazo, então você pode realizar pesquisas de satisfação dos funcionários, conhecidas como pesquisas de clima. E, por último, você vai precisar avaliar os resultados totais do treinamento para dizer qual foi o impacto no negócio.

Método da avaliação do treinamento em 4 níveis

Baseado nesses passos, Donald Kirkpatrick, ex-presidente da American Society for Training and Development, elaborou o Método da avaliação de treinamento em 4 níveis, sendo eles:

  • 1. Avaliação da reação de quem aprende
    Como os participantes se sentem após o treinamento?
  • 2. Avaliação do aprendizado
    Os participantes adquiriram novo conhecimento e/ou mudaram a sua atitude após o treinamento?
  • 3. Avaliação do comportamento
    Os participantes aplicaram o conhecimento no dia a dia do seu trabalho mesmo após um longo período da finalização do treinamento?
  • 4. Avaliação do resultado
    Quais foram os efeitos finais do treinamento em seu negócio, tais como aumento no número de vendas, diminuição das reclamações dos clientes, rotatividade dos funcionários?

Como você pode perceber, nenhum dos níveis examina especificamente o retorno sobre o investimento que o treinamento possivelmente trouxe para a sua empresa. Para avaliar estes impactos, é preciso comparar os gastos com os ganhos.

Ainda que o nível 4 do método do Kirkpatrick já ajude a medir alguns resultados financeiros – como aumento nas vendas ou indicadores chaves da performance (KPIs) da empresa –, ele recebeu várias críticas por deixar de lado a questão do custo-benefício.

Então, como fazemos para obter um relatório que indica se o nosso investimento valeu a pena?

O ROI dos treinamentos na prática

Jack Philips, fundador do The ROI Institute – organização que ajuda gestores no processo de avaliação dos treinamentos corporativos –, aprimorou o Método do Kirkpatrick com o seu trabalho.

Este grande mentor em avaliação de treinamentos acrescentou o quinto nível a esse método, e trouxe uma fórmula para medir o ROI, comparando os custos totais dos treinamentos com os benefícios líquidos obtidos mediante estas ações.

A fórmula do Philps para medir o ROI dos treinamentos é a seguinte:

fórmula para medir o ROI dos treinamentos online

Vamos ver agora como podemos aplicar essa fórmula aos cursos online da Alura.

Os resultados financeiros dos treinamentos online da Alura

Por exemplo, vamos considerar que você é o responsável pelos treinamentos na sua empresa e que contratou a Alura para um dos colaboradores, o Thiago. Ele é líder da equipe de desenvolvedores, que tem 7 pessoas.

Como uma das vantagens da plataforma de cursos online é a possibilidade de um colaborador fazer vários cursos durante o período de um ano, você escolheu treiná-lo em Java e também em Metodologias Ágeis. O investimento foi de R$ 900 pelo período de um ano.

O Thiago fez um treinamento online de TDD (Test-Driven Development) com Java, com duração de 12 horas, no seu horário de trabalho. Se formos considerar que ele recebe R$ 70 por hora, a empresa investiu mais R$ 70 x 12 horas = R$ 840.

Curso TDD com Java

Antes de iniciar o curso de TDD com Java, Thiago enfrentou a seguinte situação: a cada 5 funcionalidades desenvolvidas, 2 voltavam com erro e ele precisava de 10 horas para consertá-las. Após completar o curso, só 1 das 5 funcionalidades continha um erro para arrumar, então, o retrabalho neste caso diminuiu pela metade, de 10 para 5 horas.

Por mês, o Thiago precisa testar 15 funcionalidades, logo, temos um retorno sobre investimento de 15 x 70 = R$ 1.050.

Agora, ele pode dedicar mais tempo ao desenvolvimento e à liderança da sua equipe, pois tem menos retrabalhos. Para a empresa, os gastos com esses retrabalhos diminuíram.

Entretanto, você percebeu que o time do Thiago está entregando menos, comparado com a equipe de designers. Após falar com ele sobre os desafios da sua equipe, ele contou que, atualmente, as reuniões semanais ocupam 20% do tempo dos desenvolvedores, e só 10% delas são realmente produtivas, resolvendo bugs e trazendo ideias de melhorias. Será que é possível diminuir o tempo das reuniões e aumentar a produtividade da equipe?

Curso Metodologias Ágeis com Scrum

Considerando que a equipe dos desenvolvedores tem 7 pessoas, e que cada uma delas trabalha 40 horas por semana e recebe R$ 50 por hora, se 20% dos seus horários forem gastos com reuniões – das quais só 10% são significativas para o crescimento da empresa –, isso resulta em um gasto semanal de 7 x 200 (10% do salário semanal de R$ 2.000) = R$ 1.400.

Então, você decidiu que o Thiago faria mais um curso, desta vez sobre metodologias ágeis. Ele participou de dois cursos de Scrum na Alura, com duração total de 10 horas. Então, seria outro investimento de horas do seu trabalho: 10 x 70 = R$ 700.

Após concluir os dois cursos, ele trouxe novas ideias e técnicas de gerenciamento ágil. Agora, ele realiza reuniões várias vezes por semana que são mais curtas e focadas em um assunto concreto. Estes encontros passaram a ocupar só 10% do horário dos colaboradores e levam sempre a resultados importantes. Então, comparado com o tempo passado em reuniões anteriormente, **a empresa poupa semanalmente R$ 1.400, e mensalmente R$ 5.600.

Agora, vamos medir o ROI dos treinamentos online da Alura

Chegou a hora de preparar o relatório dos resultados dos treinamentos. O investimento total era de R$ 900 (investimento no plano corporativo de cursos online) + 700 + 840 (horário de trabalho investido em treinamento) = R$ 1.810.

Os ganhos líquidos monetários da capacitação eram de R$ 1.050 (ganhos obtidos com o treinamento em TDD com Java) e R$ 5.600 (ganhos obtidos com o de Scrum). Assim, teremos um total de R$ 6.650.

A fórmula do ROI dos treinamentos para o nosso exemplo seria:

fórmula para medir o ROI dos treinamentos online

No nosso exemplo, obtivemos um retorno sobre investimento de 367,40% já nos primeiros meses desde o treinamento. Se formos avaliar os benefícios após um ano de sua conclusão, ganharíamos um número até maior. Logo, poderíamos considerar a disponibilização dos cursos para outras equipes ou setores, seja para ganhar mais insightsavançados de Scrum ou continuar com cursos diferentes, seguindo a demanda dos clientes.

E na sua empresa, quanto tempo as reuniões das equipes ocupam? Quais delas estão realmente gerando soluções de problemas e trazendo ideias relevantes para o negócio? E, finalmente, você já mede os resultados dos treinamentos corporativos para obter o ROI?

Cursos online como um investimento valioso

Os cursos online representam uma das diversas opções para os colaboradores da empresa adquirirem conhecimento e, sem dúvida, podem trazer resultados financeiros interessantes para o seu negócio.

Contudo, para sermos capazes de relatar o sucesso das capacitações e justificar o nosso investimento, devemos sempre medir os resultados para descobrir onde e quais benefícios ganhamos, comparando os ganhos líquidos com o investimento feito inicialmente.

Para saber mais sobre a mensuração dos treinamentos online acesse o eBook Como mensurar o ROI dos treinamentos online: Exemplo dos cursos na Alura. Ele pode servir como um guia para ajudar a medir o retorno sobre o investimento, usando mais uma vez o Método Kirkpatrick-Philips.

FIQUE POR DENTRO

Próximo ArtigoAncorando elementos com HTML5