Como melhorar a criatividade?

(Last Updated On: 13 de Fevereiro de 2017)

Todo designer, redator, jornalista, freelancer ou qualquer outro profissional que trabalha com criatividade sabe a importância de manter essa habilidade em sua rotina. No entanto, para ser criativo, não é necessário ter nenhum dom especial, por mais incrível que pareça. Como ela não é inata, qualquer pessoa pode melhorar a criatividade. E estímulos constantes são essenciais para isso.

Muitos profissionais costumam passar por bloqueios mentais e criativos. Nessas horas, é normal entrar em desespero e achar que nunca mais vai conseguir criar como antes.

Prevendo esses momentos de “branco total”, fizemos uma lista com algumas dicas que podem ajudá-lo a recuperar a criatividade. Confira agora mesmo:

Saia da rotina

Vá a outros lugares, passeie pelo parque ou shopping, mude o trajeto para o trabalho ou faculdade, faça coisas diferentes. A sua criatividade será melhor estimulada quando você ousar sair da rotina.

Procure novos cursos, seja de música, dança ou até mesmo de cuidador de idosos. Trabalhos voluntários também são bons meios de sair do cotidiano, além de fazer com que você se sinta útil e uma pessoa melhor.

Escreva sobre outros assuntos

Se você trabalha mais com textos do que com imagens, que tal sair do lugar-comum e escrever sobre outros assuntos? Faça um diário ou um blog, escreva frases motivacionais para uma página do Facebook. Escreva não por obrigação, mas por prazer e você verá a diferença na hora de criar.

Está sem ideias? Pense naquilo que você mais gostava de fazer na sua infância. Esse pode ser um bom ponto de partida.

Ande por lugares desconhecidos da cidade

Muitas vezes, fazer uma caminhada não é bom apenas como um exercício físico, mas também como um meio de exercitar a criatividade.

Vá para outros bairros, conheça novas praças e parques, explore o lugar onde mora. Com toda certeza, você não só vai descobrir espaços urbanos que nunca imaginou, como também terá novas inspirações para seu trabalho. Só tome cuidado com assaltos!

Viaje para melhorar a criatividade

Gostou tanto de andar pela cidade que quer conhecer outros lugares? Então, aproveite o embalo e viaje! Pode ser uma viagem curta, por cidades perto de onde você mora, ou pode ser até mesmo uma internacional. O importante é conhecer novos ambientes, ampliar a sua cultura e conhecer novas pessoas.

Acredite, um intercâmbio cultural pode ser bastante benéfico para a sua saúde mental e social!

Anote seus sonhos

Você sabia que, durante o sono, o seu cérebro permanece em atividade? Por isso, o seu processo criativo continua enquanto você dorme.

Portanto, quando você acordar e perceber que teve uma ideia genial enquanto dormia, não estranhe! Tenha um caderno e um lápis ao lado da sua cama e sempre anote sonhos e ideias que você teve durante a noite. Se não se lembrar, não se preocupe: anote as sensações que teve durante o sono.

Descanse a mente

Após passar horas trabalhando em um processo criativo, você deve notar que, em algum momento, a sua mente não responde mais. Isso é normal, é sinal de que você precisa descansar o seu cérebro.

Leia algum livro interessante ou até mesmo gibis, vá assistir a sua série favorita, jogar ou dançar. Relaxe um pouco antes de voltar ao trabalho. Cuide, também, da sua alimentação e saúde.

Durma bem todas as noites

Descansar só a mente não basta, o corpo também precisa de descanso. Você tem uma rotina diária de sono? Não? Então, é bom começar a se programar para dormir!

Procure sempre dormir em um mesmo horário, desligue aparelhos eletrônicos e todas as luzes indiretas. Evite, também, consumir comidas pesadas antes de ir para a cama e fazer exercícios estimulantes meia hora antes de dormir. Dessa forma, a sua criatividade e até mesmo a sua saúde agradecem.

Mantenha-se informado

Esteja atualizado continuamente. Procure notícias, informações, saiba o que está acontecendo no mundo. Isso é crucial para ter uma criatividade ativa, pois você estará estimulando o cérebro sempre com novas informações.

No entanto, tome cuidado com o excesso e as fontes das informações que você busca, principalmente na internet. Informações são cruciais, mas é necessário saber filtrá-las.

Conheça novas pessoas

Para desenvolver as suas relações pessoais, você não precisa estar sempre viajando. Afinal, você conhece todas as pessoas da sua cidade? Claro que não! Muitas vezes, não conhecemos nem os nossos vizinhos!

Sendo assim, procure por novas amizades, seja frequentando algum curso, um grupo religioso. Vá em busca de afinidades, nem que seja no supermercado ou na quitanda! Se você é tímido, um curso de teatro pode lhe ajudar a destravar e, ainda, a conhecer novas pessoas com a mesma dificuldade que a sua.

Comece um novo hobby

Mesmo assim está difícil estimular a sua criatividade? Que tal começar um hobby? Inove em alguma atividade que nunca pensou em fazer. Ou melhor, sabe aquela atividade que você sempre quis fazer mas sempre teve receio? Comece por ela!

Faça artesanato, yoga, pilates! Quem sabe até algum curso de manutenção de residências? Invente! Muitas vezes, a sua criatividade não foi embora, ela só se escondeu até que você ouse fazer algo novo. Não hesite em, pelo menos, tentar!

As dicas acima procuram não consertar permanentemente a sua falta temporária de criatividade, mas são um suporte para lhe ajudar em alguns momentos críticos. Caso mesmo assim você não consiga melhorar a criatividade, é recomendável procurar uma ajuda especializada, como um psicólogo. Procure algum por indicação, seja de amigos ou de parentes, mas deve ser um profissional de confiança.

Em casos mais graves, como perda de memória e cansaço, típicos de muito trabalho mental, a solução pode ser tirar umas férias do trabalho criativo e relaxar por alguns dias. Afinal, como o texto deixa bem claro, se você não relaxar, a mente não cria. A criatividade necessita, antes de mais nada, de um bom tempo livre. Há quanto tempo você não tira férias? Permita-se desligar um pouco, cuide mais de você mesmo!

Acha que nossas dicas podem ajudar outras pessoas a melhorar a criatividade? Então, não perca tempo e compartilhe o post de hoje nas redes sociais! Aproveite também e assine a nossa newsletter para receber mais conteúdos como este e outros sobre tecnologia. 

FIQUE POR DENTRO

Próximo Artigo7 ferramentas que podem ser boas alternativas ao Illustrator