Código

Conhecendo as assignment expressions – PEP 572 aceita!

(Last Updated On: 24 de julho de 2018)

Estou trabalhando em um programa Python para conversão de valores monetários de Real para Dólar que usa uma API externa que encontrei na Internet.

Através de requisições GET com os parâmetros de valor, a API nos devolve o valor convertido. Se integrando ao Python, temos uma função converte_real_para_dolar() que toma como parâmetro o valor em Real que queremos converter:


valor_em_real = 20
valor_em_dolar = converte_real_para_dolar(valor_em_real)
print(valor_em_dolar)

Num dia específico de julho, o resultado foi exatamente 5.19 – a função funciona bem! No geral, para fazer os relatórios que preciso tenho uma grande lista de valores em Real (valores_real) a serem convertidos para valores em Dólar. Como é bem direto, uma simples compreensão de lista resolve:


valores_dolar = [converte_real_para_dolar(valor_em_real) for valor_em_real in valores_real]

Entretanto, para melhorar a organização dos meus dados, precisava dispensar os valores menores que 5 dólares.

A melhor forma de filtrar valores em uma lista é justamente através de uma compreensão de lista, como já vimos em outro post. Podemos simplesmente adicionar uma verificação à expressão:


valores_dolar = [converte_real_para_dolar(valor_em_real) for valor_em_real in valores_real 
                    if converte_real_para_dolar(valor_em_real) > 5]

O código estava correto. Porém, quando eu fui rodá-lo, acabei me deparando com um grande problema – ele estava demorando muito!

O resultado, que antes estava chegando super rápido, agora estava tomando bastante tempo para aparecer. O que essa simples verificação fez com todo nosso programa?

Fui olhar na documentação da API e de cara percebi o problema – para evitar ataques de negação de serviço, a API que eu estava utilizando restringia um mesmo cliente a uma única requisição igual a cada 30 segundos. Ou seja, conseguimos fazer várias requisições diferentes rapidamente, como antes, mas temos que esperar 30 segundos para repetir uma mesma.

Nessa nossa compreensão de lista, estamos fazendo a mesma requisição duas vezes – na verificação if e no item da lista, por isso estamos tendo esse problema. Como será que podemos resolver?

Usando um for padrão

Intuitivamente, podemos pensar em uma solução usando um loop for padrão:


valores_dolar = []

for valor_em_real in valores_real:
    valor_em_dolar = converte_real_para_dolar(valor_em_real)
    if valor_em_dolar > 5:
        valores_dolar.append(valor_em_dolar)

Dessa forma, guardamos o resultado da função converte_real_para_dolar() em uma variável (valor_em_dolar) e podemos usar essa própria variável na verificação if, sem a necessidade de computar o valor novamente. Legal, funciona, mas fomos de uma linha para cinco…

Muitas vezes, é até vantajoso que se use mais linhas, para a legibilidade e clareza do programa. Entretanto, compreensões de lista já são claras o suficiente para evitarem tudo isso. Será que realmente não poderemos usá-las?

Assignment expressions e a PEP 572

O legal seria se pudéssemos reutilizar um valor dentro da própria compreensão de lista, sem precisar calculá-lo novamente, como se declarássemos uma variável dentro da própria expressão:


valores_dolar = [valor_em_dolar for valor_em_real in valores_real 
                if (valor_em_dolar = converte_real_para_dolar(valor_em_real)) > 5]

Esse código, que não funciona em Python, resolveria nossos problemas de uma forma clara. A questão é que, até agora, o Python não suporta atribuições de valor a uma variável dentro de uma expressão (diferentemente de linguagens como JavaScript e PHP). Por enquanto, só podemos fazer isso através de statements em linhas próprias.

Espera… até agora? Sim! Recentemente, tivemos a PEP 572 aceita, uma PEP que propõe a adesão das chamadas assignment expressions no Python – uma forma de definir variáveis no meio de expressões.

Na próxima versão do Python (3.8) já teremos essa funcionalidade incluída nativamente na linguagem. A sintaxe é parecida com a que exemplificamos, mas o = é substituído por um :=, para maior clareza:


valores_dolar = [valor_em_dolar for valor_em_real in valores_real 
                if (valor_em_dolar := converte_real_para_dolar(valor_em_real)) > 5]

Logo isso funcionará sem problemas!

Polêmicas da novidade

Como toda novidade, essa já está causando bastante polêmica no universo pythônico. Muitos usuários da linguagem alegam que essa nova implementação quebra o princípio de código pythônico, indo contra o próprio Zen do Python em si.

Por outro lado, muita gente também defendeu arduamente a mudança, por conta das facilidades e comodidades que ela trará. O embate é complicado e não acaba aqui.

Na verdade, toda a polêmica que veio junto com esse PEP foi um dos motivos para o criador da linguagem Python, Guido van Rossum, se dar umas férias de seu posto de BDFL, o que deixou bastante gente chateada.

E aí, o que você acha dessa mudança? Deixe aqui nos comentários a sua opinião! Se quiser aprender mais sobre Python, não deixe de dar uma olhada em nossos cursos na Alura!

FIQUE POR DENTRO

Produtor de conteúdo na Alura e desenvolvedor apaixonado. Explicit is better than implicit

Próximo ArtigoUtilizando o Mixer da Unity