Crescendo com o Alura: de Ragnarok a médico programador com Romário Torres

(Last Updated On: 14 de dezembro de 2015)

O Romário é um daqueles alunos que está sempre lá, tem ritmo. Pode passar uma semana afastado pois teve um pepino ou outro…mas ele volta, continua e retoma o ritmo. Eu também sou assim, todos somos.

Por todo seu esforço junto a plataforma ele foi escolhido para ser moderador no Alura e compartilha conosco um pouco de sua experiência, de como se motivou a crescer na área e como outras pessoas também podem encontrar seu caminho nesse nosso mundo de desenvolvedores.

Compartilho com vocês um pouco da história do Romário…

Do jogo ao código

Bem, meu gosto por programação começou a partir de Games e etc.. Sempre gostei de Jogos Online, principalmente MMORPG, em especial Ragnarok.

Porém, assim como em vários MMORPG, existem servidores privados, ou seja: servidores customizados. Então, de tanto jogar neles e por discordar de algumas coisas na forma como os responsáveis pelos servidores administravam o jogo, resolvi criar meu próprio servidor. A partir daí tive meu primeiro contato com algumas linguagens (HTML, SQL e etc..).

Mas eu sempre tive meio que um prazer pelo conhecimento, então não me contentei em apenas saber o básico para fazer o jogo e sempre fui atras do significado das coisas e assim comecei a estudar sobre programação.

Sou autodidata e assim sempre procurava conteúdo sobre programação para estudar e saber mais. Desta forma encontrei e fiz cursos de várias empresas como Treehouse e Codeacademy, mas estes cursos são em inglês e por mais que eu soubesse bastante inglês, sempre escapava alguns detalhes. Assim, passei a procurar uma escola nacional e então cheguei ao Alura.

Eu sempre busquei cursos que pudessem me trazer mais conhecimentos. Muitos dos que fiz eram superficiais e apenas básicos. No Alura, eu pude aprofundar mais meus conhecimentos e então parti para livros mais complexos de programação.

O futuro

Recentemente fui aprovado na universidade no vestibular de Medicina. Então, atualmente estou com bastante tempo livre e pretendo investir todo esse meu tempo nos meus conhecimentos de programação e na carreira como programador. Futuramente, pretendo exercer as duas funções: Medico e Programador. Pretendo conciliar as duas quando possível. Para o próximo ano, então, pretendo aprofundar e melhorar meus conhecimentos em programação e investir mais nessa área.

O aprendizado online

Creio que o estudo online é uma nova modalidade de ensino que tende a crescer devido a maior comodidade e controle que o usuário tem da forma como irá estudar. Através do estudo online eu pude adquirir diversos conhecimentos. O Alura, por exemplo, ajudou-me a aprimorar meus conhecimentos sobre programação e hoje estou mais ativo e mais empenhado em trabalhos nessa área.

Creio que a melhor sugestão para quem está começando nos estudos da área seja: determinação.

Seja determinado e nunca se canse de aprender, também nunca se contente com o que você sabe.
Seja determinado em sempre buscar ser o melhor naquilo que você quer fazer.

Muitas pessoas não conseguem o que desejam por falta de determinação. Já dizia o escritor francês Vitor Hugo: “As pessoas não carecem de força, carecem de determinação.”

Entã, seja determinado naquilo que você deseja e o sucesso será consequência.

FIQUE POR DENTRO

Tech Education Leader no Alura

  • Bruno Almeida

    Cara, primeiramente quero perguntar pra você, agora que estamos em 2017, como foi conciliar um curso tão biológico como a medicina, com o amor, e paixão pela tecnologia? Hoje também sou acadêmico de medicina e partilho com você o amor à games, tecnologia e aos âmbitos de developer, cursei 4 anos de engenharia eletrônica, antes de fazer essa mudança drástica, e queria sua opinião pessoal a respeito.

    • Lucas Tostes

      Caro colega, sou médico formado há 3 anos e também sempre gostei de programação. Cheguei a estudar na Alura por um ano. No entanto, devido à falta de tempo, acabei não dando continuidade. Cheguei até a procurar alguma pós graduação na área de bioinformática na tentativa de avivar esse meu desejo em programar. Como tem sido sua experiência em tentar conciliar estas duas paixões? Quais as dificuldades encontradas? Me procure para conversarmos a respeito. https://www.facebook.com/lucas.tostes1?ref=bookmarks

Próximo ArtigoComo entrar no mercado de trabalho de programação?