Dos palcos à programação: a trajetória de Leonardo Andrade

(Last Updated On: 28 de dezembro de 2016)

O Leonardo é uma daquelas pessoas que não se acomodam e correm atrás dos seus sonhos 🙂
Neste post, ele contou um pouco sobre a forma como estuda e suas técnicas de aprendizagem.
Confira!

leonardo-andrade

Leonador Andrade, 27 Anos mora em Belo Horizonte – MG
Desenvolvedor front e back-end.
Hobbies: Cinema, jogos-online e cinema de novo.

Em 2015 eu estava com um dilema, na época com 26 anos e sem saber o que fazer com minha vida profissional, tinha acabado de me formar em artes cênicas mas não me adaptei ao mercado. O que fazer? Com 26 anos e sem a possibilidade de, no momento, fazer outro curso… Eu estava preso a trabalhos mundanos sem a necessidade de conhecimentos específicos ou experiência.

Achei minha saída na programação. Antes de optar pelo teatro eu tinha feito um semestre de eng. Bioenergética, e na grade tinha programação. Foi de longe minha matéria preferida, digo com orgulho que minha nota foi 98/100. Onde muitos alunos tinham dificuldade eu tirei de letra. Lembrando com nostalgia esse tempo eu comecei a ver tutorias na internet e ler qualquer artigo que caia na minha tela, até que resolvi aprofundar meus conhecimentos e procurei por cursos onlines pagos.

Um dos primeiros que apareceram para mim foi a Alura. Lembro de perguntar para um primo que trabalha na área se valia a pena pagar para estudar na Alura, e a resposta dele foi “Com certeza! É a galera da Caelum, os caras são muito bons”. Feita minha matrícula meti a cara nos estudos.

  • O primeiro desafio foi escolher a linguagem a ser estudada, comecei com Java, mas logo troquei para PHP por conhecer pessoas na área da web e ser mais fácil para eu entrar no mercado por ali.
  • Segundo desafio foi a disciplina, estudava em casa e trabalhava em pequenos bicos para sobreviver, mas estudar em casa nem sempre é fácil, alguns dias estudava sem parar, mas em outros dias passava o dia juntando ânimo para estudar e ficava só por isso mesmo.

Minha vida mudou completamente em um ano, com um conhecimento muito básico eu entrei em um mundo fantástico e infinito. Comecei a estudar cada vez mais e indo mais fundo.

Depois de muita luta, principalmente contra mim mesmo, eu coloquei a cara a tapa e comecei a procurar um emprego como desenvolvedor. O problema era, como conseguir um emprego sem experiência e sem nenhum curso além da Alura? Segui o conselho do Guilherme Silveira (sou seu fã), fiz dois sistemas por conta própria para mostrar meu conhecimento.

Agora, depois de três meses de muito estresse procurando um emprego, estou há três meses empregado como desenvolvedor back e front-end! Estou desenvolvendo um sistema do começo ao fim, prestando atenção sempre na qualidade do meu código.

Eu gostaria de agradecer muito à todos os meus professores, Maurício Aniche, Guilherme Silveira, Renan Saggio, Sergio Lopes, Leonardo Wolter, Luiz Fernando Oliveira e Flavio Almeida (tecladinho do mau rsrsrs). Atualmente estou estudando mais front, meu ponto fraco, para fazer esse projeto decolar, sei que tenho muito caminho pela frente, mas graças à vocês eu sei que estou no caminho certo.

Minhas dicas para quem está começando a programar é: não se desespere com novas informações, conhecimento é sempre bom, nunca deixe seu código ficar bagunçado ou com gambiarras, principalmente por preguiça e talvez o mais importante, estude e busque novos conhecimentos, programação não é pra quem tem preguiça de estudar.

É Aluno do Alura também e tem uma história bacana pra nos contar? Conta que publicamos seu depoimento aqui! 🙂

Fique por dentro

Desenvolvedor e criador de conteúdo no grupo Caelum. Host do Alura Live. Sempre aprendendo coisas novas e passando o conhecimento adiante.

  • Letícia Aranha

    Eu acompanhei todo esse processo de sair do teatro e cair de cabeça na programação pelo qual o Leo passou. Foi difícil, muitos altos e baixos, mas ele conseguiu e continua buscando sempre mais. Tenho muito orgulho dele! <3

    Parabéns ao Alura por permitir que pessoas como ele possam tornar real o sonho de se especializar numa área tão complexa.

    • Que legal Leticia! Todos os processos que têm altos e baixos e não são fáceis no fim são extremamente recompensadores 🙂

      É muito bom ver que o nosso trabalho realmente muda a vida das pessoas. Que mais gente consiga o que o Leo conseguiu!

Próximo ArtigoSaiba como e onde conseguir trabalhos como freelancer!