Designer ou UX Designer?

(Last Updated On: 5 de janeiro de 2018)

Recentemente me fizeram uma pergunta muito interessante:

“Eu sou da área de Design Gráfico, mas gostaria de migrar para UX. Você acha que vale a pena? Faz sentido?”

Mas o que mais me chamou atenção nessa pergunta é: Por que não valeria a pena?

Bom, eu também trilhei esse mesmo caminho. Quer dizer, ainda estou muito envolvida com a produção de design digital, mas o enfoque agora é muito maior para as questões de UX Design, então acreditei que poderia deixar minha contribuição falando um pouco desses dois processos.

Uma das possibilidades é o fato de muitas pessoas confundirem o que de fato significa UX por acreditarem que UX é uma das ramificações da área de Design, quando, na verdade, engloba processos de diversas naturezas e times interdisciplinares.

Então, antes de mais nada, precisamos entender do que se trata cada uma dessas áreas, certo?

A área de Design

Quando falamos em design, podemos estar nos referindo a diversas coisas, afinal, a área de design é muito abrangente.

Existem os designers especializados em produções impressas, por exemplo. Esse profissional será responsável principalmente pela criação de materiais gráficos editoriais, isto é, os materiais físicos, impressos.

Por outro lado, existem também aqueles especialistas na parte online, de criação de peças digitais, desde anúncios até layouts para a web.

Indo um pouco mais longe, tem também aqueles designers que, além de produzirem essas peças digitais, também complementa seus conhecimentos na parte digital, estudando alguns conceitos de front-end, como HTML e CSS, por exemplo.

E, sabe aqueles vídeos animados em comerciais? Os efeitos especiais em filmes? Então, quem elabora esse tipo de material também entra na categoria design, mais especificamente na parte de audiovisual. Toda a parte de edição de vídeos e animações é feita por esses profissionais.

Além disso, se você manda bem desenhando, ainda tem a possibilidade de ser um ilustrador e criar o personagem publicitário de alguma marca.

Falando em UX Design

A primeira coisa a se fazer quando falamos em UX é entender o que de fato é a experiência do usuário que tanto falam.

Depois, outra coisa importante é lembrar que em UX nós temos times interdisciplinares, ou seja, não só de designers é feito o time de UX. Nele temos sim designers, mas temos também a galera do back-end, do front-end e todas as demais especialidades necessárias para planejar o produto a ser desenvolvido.

“Então quem é o UX Designer?”

O UX Designer pode ser qualquer uma dessas pessoas. Quando falamos em UX Design nos referimos ao desenho de toda a experiência que queremos criar, então o UX Designer é basicamente aquele que terá uma visão geral de todas as áreas para guiar o planejamento todo até o lançamento do produto ao final.

Entendendo isso, podemos começar a destrinchar os processos de UX Design, isso porque, mesmo dentro de UX, temos profissionais com especificidades para cada processo também.

Existem, por exemplo, aqueles que se encaixam melhor na parte de pesquisa ou então aqueles que farão todo o monitoramento do produto, ou ainda, o que será responsável pela prototipação.

Podemos ir por diversos caminhos dentro dessa área, afunilando nossos interesses e habilidades para construir times que complementam o processo em diversas áreas.

E se você quiser entender um pouco mais da rotina no desenvolvimento de um produto, existem algumas metodologias interessantes de investigar, como Design Sprint, por exemplo, que baseia-se em conceitos de Design Thinking e Metodologias ágeis.

Agora, retomando a pergunta… Sim! Com certeza vale a pena. 🙂

Migrar de uma área para outra pode soar um pouco assustador, principalmente quando já estamos há algum tempo no mercado. Mas nunca é tarde para recomeçar os estudos e bolar novos planos. Seja lá qual for sua escolha, invista tempo e dedicação e vai valer muito à pena! 😉

FIQUE POR DENTRO

Próximo ArtigoPlanejando meus estudos