Do Ceará para São Paulo: a trajetória da aluna Nathalia

Hoje estamos com mais um depoimento de nossos alunos. Dessa vez, a Nathalia Chaves conta um pouco de todos os desafios que teve que enfrentar em sua trajetória para alcançar a tão sonhada oportunidade como desenvolvedora! Bora saber?

Meu nome é Nathalia Chaves, tenho 22 anos, sou cearense, mas agora estou morando em São Paulo.

Sou uma pessoa de riso frouxo e muito determinada. Lido com meus medos todos os dias e com a saudade da família. Não é tão simples, mas eu tenho manter o ritmo.

Em 2014 me formei em Análise e Desenvolvimento de Sistemas e trabalho com TI desde 2011. Na minha carreira já fui suporte, analista de teste, designer e atualmente trabalho como programadora Ruby on Rails na Eicon.

Ao estudar, você aplicou alguma metodologia?

Eu, particularmente, tenho uma certa dependência em escrever o que estou lendo. É uma forma que utilizo para memorizar. No entanto, o estudo acaba sendo mais demorado.

Quando quero aprender algo rápido, evito usar essa técnica que não é novidade pra ninguém rsrs.

Quais foram os desafios que você encontrou durante os seus estudos?

Sono, o inglês e aprender a sintaxe do Ruby, já que eu era acostumada com o Java.

Lembrei de algo que seria interessante e, normalmente, os cursos não trazem isso: trazer exercícios semelhante as solicitações que acontecem dentro do ambiente corporativo.

Normalmente a gente estuda um conteúdo com exemplos muito básicos, aí quando estamos dentro do ambiente corporativo, a realidade é outra.

O que estudou e por que estudou?

Os meus estudos foram focados em Ruby on Rails, algumas coisas de front e designer. Era o que eu estava precisando estudar na época para atender algumas demandas da empresa onde eu trabalhava, em Fortaleza.

Qual o curso que mais gostou e por quê?

Gostei de todos. Eu adoro a plataforma.

Qual foi o principal obstáculo durante sua carreira?

Eu tenho e tive que ser muito humilde pra chegar onde estou. No meio de muita gente soberba e que acha que, por saber um pouco mais, é melhor que todo o mundo.

Como conseguiu a vaga em São Paulo?

Em um grupo de Ruby on Rails SP no Whatsapp, comentei que estava de mudança para São Paulo, mas que ainda não tinha emprego. Em Fortaleza, o mercado pra essa linguagem praticamente não existe.

Foi quando um colega do grupo disse que na empresa dele havia vaga, enviei o currículo, fiz um teste, falei sobre os cursos que havia feito na Alura e fui aprovada no processo.

Foi difícil?

Sim. É difícil. Mas faz parte da adaptação.

A vida te dá oportunidades e você tem que agarrar. É preciso ter coragem pra enfrentar novos desafios. Dá medo? Sim, muito medo. Mas vai com medo mesmo. rsrsrsrs.

Repara que, em meio de muitos obstáculos, receios e adaptações ela conseguiu chegar aonde queira! Nós, da Alura, ficamos muito felizes em contribuir com o seu crescimento profissional e desejamos muita sorte em sua carreira! 🙂

O que achou da história da Nathalia? Bem bacana né? Quer compartilhar a sua história também? Então entre em contato conosco através do e-mail contato@alura.com.br

Fique por dentro

(Última atualização em: 30 de maio de 2017)

  • Fabiano Farah

    Muito legal a história da Nathalia. A vida de desenvolvedor é um desafio diário, já que são muitas as tecnologias, todos os dias surge algo novo, tem o mercado que existe muitas vagas mas ao mesmo tempo lhe exige muito preparo e capacitação. É legal conhecer essas histórias, faz com que nós possamos enxergar um pouco fora da caixa e repensar algumas atitudes. Parabéns Nathalia pelo esforço, no final tudo vale a pena e nesse momento vemos o quanto foi bom ter passado algumas noites em claro para obter o tão sonhado lugar ao sol!!!

  • Parabéns Nathalia! São histórias como a sua que nos motiva, nos faz acreditar que para cada sacrifício haverá uma generosa recompensa. Sucesso e muita saúde para você alcançar todos os seus objetivos.

    Abraços,

    Priscila

  • Vanilda Borges

    Oi. Para quem não tem nenhum conhecimento na área de desenvolvedor, o que vc indica por onde começar? Qual seria o primeiro passo, o que eu devo estudar, conhecer primeiro? É possível sem fazer um curso superior? Obrigada.

  • Glerison Lima

    Olha ai a Nathalia bacana, que tenha muito sucesso em sua carreira.

Próximo ArtigoTrabalhar com Photoshop: 7 hacks que você precisa conhecer