Fim do plugin do Java: o que isso significa?

No dia 27 de Janeiro a Oracle anunciou o fim do suporte ao plugin do Java nos navegadores. Isso causou muitos rumores e um pouco de confusão por parte de alguns desenvolvedores.

Afinal, o que isso significa?

Quer aprender mais sobre Java? Temos uma trilha no Alura somente sobre o assunto!

Siga os istrutores no Twitter:
Gabriel Ferreira – http://twitter.com/devgabsferreira
Alberto Souza – http://twitter.com/alberto_souza.


Autodidata, programa há 10 anos e herdou a profissão do pai, também programador. Atuou 7 anos com .NET em diversos ramos: bancos, seguradoras, agências de marketing, telefonia. Atualmente é instrutor e programador na Caelum. Acredita que todo mundo pode programar e não tem preconceito nenhum com linguagens e tecnologias. Está sempre disposto a aprender e ensinar coisas novas.

  • Carlos Alberto

    Tirando o fato do governo usar applets nos programas do SERPRO etc, eles terão que se adaptar.

  • Paulo Cesar Dinato

    No caso do sistema Linux, qual será o impacto?
    Se possível me envie a reposta por e-mail: paulocesardinato@bol.com.br

    • Fala Paulo!

      O impacto no Linux e no Mac é o mesmo, já que o plugin que estamos falando tem a ver com o navegador, não o sistema operacional 🙂

  • Lazaro

    Infelizmente tem a p*** do applet no site do Banco do Brasil, quando vou acessar a parte do BB Empresa.
    Seria um sonho tirar aquilo de lá.
    Fiz um “bot” com selenium para entrar no lá e foi um parto para acessar o applet.

    Será que os bancos vão ser obrigados a tirar aquilo de lá, tendo em vista que não tem mais suporte?

    • Fala Lazaro, tudo bem?

      É bem provável que eles mudem sim, Lazaro. Não ter suporte não necessariamente significa que irá parar de funcionar(pelo menos por enquanto).
      Mas, geralmente quando esse tipo de coisa acontece eles costumam mudar sim. Ainda mais aplicações de bancos, que precisam ser seguras a qualquer custo 🙂

      • Lazaro

        Também pensei q os bancos iria priorizar isso, mas pelo visto não tão assim.

        Desde setembro de 2015 que o Chrome não tem mais suporte ao npapi e mesmo assim o applet continua lá.
        Isso é tão ruim para a empresa q trabalho, que as pessoas que precisam acessar o Banco do Brasil não podem atualizar a versão do Firefox, pois ele também não da mais suporte.
        Paramos no tempo com as atualizações do Firefox só por conta disso.

        O Banco do Brasil atualizou o site mês passado, mas a porcaria do applet continua lá

  • Danilo

    Hoje eu uso applet para impressão direta de documentos na impressora do cliente, sem interação do usuário. Existe alguma solução paleativa para acesso ao hardware do cliente diretamente pelo navegador?

  • Leonardo

    Sistemas do judiciário, por exemplo, PJ-e (Processo Judicial Eletrônico) são desenvolvidos com applets em Java e impactam milhões de pessoas (advogados e servidores públicos) no Brasil. Tomare que impacte para melhor, melhorar os sistemas públicos.

  • Henrique

    Ouvi dizer que os applets são responsáveis por tarefas únicas como integração com hardware por exemplo (verificadores com chip por exemplo).
    Entao se eles forem descontinuados como fazer o que e só os applets resolvem? Ou não será mais possível integrar um site diretamente com hardware?

    • Opa Henrique, tudo bem?

      Existe uma tecnologia chamada Java Web Start, que visa resolver justamente esse tipo de problema 🙂

  • Anderson

    Senhores, vocês simplesmente ignoraram a assinatura digital de documentos com certificados A2.

    • Anderson, tudo bem?

      Existe uma alternativa aos applets chamada Java Web Start 🙂

  • Milton J. Neto

    Galera,
    Realmente o impacto nos maiores dos casos será minimo, mas como alguns aqui já citaram. Bancos e orgãos do governo usam applets. Trabalho atualmente em um sistema que usa applet para teclado digital e outra applet para certificado digital A3.
    Vocês tem alguma luz/dica de como posso fazer essa substituição??

    Desde já agradeço.

Próximo ArtigoEm SQL nulo é nulo, vazio é vazio