O profissional de marketing digital

Como os consumidores gastam cada vez mais tempo usando a internet e menos em outros canais, os anunciantes também são forçados a seguir essa tendência. Os anúncios devem estar onde as pessoas estão.

O marketing digital não é tão simples e direto quanto o marketing tradicional. Ele é mais bem produzido em casa e não deveria ser terceirizado para uma agência de marketing digital por várias razões práticas. Quando feito em casa, marcas têm maior controle de suas ações e podem ajustá-las com a velocidade que o meio exige. Por esse motivo, o profissional de marketing digital é cada vez mais procurado, e essa demanda só tende a crescer no futuro.

A melhor maneira de se tornar um especialista em marketing digital é começar a praticá-lo hoje. E a melhor característica do marketing digital é que você pode começar a fazê-lo em uma escala muito pequena.

Tudo que é preciso é um computador, uma conexão com a internet e uma pequena quantia de dinheiro para experimentar. Você pode aprender marketing digital aplicando seus conceitos em seu próprio miniprojeto agora mesmo! E este artigo vai lhe ensinar como. Não deixe de conferir!

1. Tornando-se um profissional de marketing digital

A indústria do marketing digital está crescendo rapidamente e é incrivelmente competitiva. É fácil para as empresas diferenciarem entre os candidatos que têm vontade de aprender e aqueles que não estão tão engajados assim.

Essa indústria exige paixão e um desejo pelo sucesso. Você precisa se manter sempre atualizado, já que empresas como Google, Facebook e Twitter ajustam regularmente suas plataformas de publicidade e mudam com frequência suas regras.

O que devo ler para me tornar um profissional de marketing digital?

Acompanhar blogs como o SEOGadget, o Social Media Examiner e o Hubspot vai ajudá-lo bastante na sua caminhada pelo marketing digital. Ter um bom inglês é fundamental, já que a maior parte do conteúdo de aprendizado no setor está nessa língua, mas você pode também seguir o blog do Marketing de Conteúdo, uma excelente fonte de conhecimento em português.

Procurar conhecer uma rede de suporte, participar de encontros da indústria e conferências para nutrir relacionamentos com outros profissionais de marketing digital será essencial.

Experimentar suas próprias ideias e desenvolver projetos pessoais é uma ótima maneira de aprender e ter o que mostrar numa futura entrevista de emprego.

Quais são os conceitos básicos do marketing digital?

Para trabalhar com marketing digital, você precisa também estar confortável com as siglas do mercado, como PPC, SEM e SEO. Todas elas representam termos muito diferentes, e um mal-entendido pode ser um sinal claro de que você ainda precisa de mais treinamento.

A capacidade de analisar campanhas de marketing digital e entender quais elementos funcionaram ou não depende bastante da sua capacidade de entender o jargão da indústria. Por isso, vamos começar com um pequeno glossário:

  • API — Application Programming Interface: conjunto de funções disponíveis para utilizar um software sem conhecer sua implementação
  • AdWords: a tecnologia que impulsiona a publicidade PPC (pay per click) do Google.
  • A/B Testing: método para testar uma nova técnica de marketing (A) contra um grupo de controle (B), para verificar sua eficácia.
  • CRO — Conversion Rate Optimization ou otimização da taxa de conversão: a taxa de conversão é o número de pessoas que começam apenas navegando e, depois, tornam-se clientes, ou seja, fazem uma compra.
  • Campanha: mensagens de marketing com um objetivo específico, como aumentar a conscientização com relação a uma marca ou as vendas de um produto.
  • CPA — Cost Per Action, ou custo por ação. O anunciante paga por uma ação do usuário — como um download, por exemplo.
  • CPC — Cost Per Click, ou custo por clique. O anunciante paga este valor por cada clique recebido em seu anúncio.
  • Google Analytics: uma ferramenta gratuita que permite rastrear diferentes estatísticas a respeito de um site
  • Google Trends: uma ferramenta que mostra a densidade de pesquisas por palavra-chave, seja em comparação com outras ou com relação a um período.
  • Influenciador: um especialista em determinado campo que detém grande poder em comunicar suas opiniões aos seus seguidores, afetando seu comportamento.
  • Link building: o processo pelo qual você aumenta a quantidade de links para seu site. É um dos objetivos de SEO.
  • Listagens orgânicas: são os resultados de uma pesquisa na web que não foram pagos.
  • Palavra-chave: um termo ou frase que um usuário procurará por meio de um mecanismo de pesquisa — como o Google.
  • Palavra negativa: o oposto de uma palavra-chave, se um usuário pesquisar usando essas palavras seus resultados não serão exibidos.
  • PR — Page Rank: uma pontuação que indica o quão confiável é um determinado site de acordo com o algoritmo do Google.
  • PPC — Pay Per Click, ou pago por clique. Modalidade em que o anunciante paga por cada clique recebido em seu anúncio.
  • ROI — Retorno Sobre Investimento: o que toda pessoa de negócios gosta de ver. É todo resultado gerado acima do investimento inicial.
  • SEO — Search Engine Optimization, ou otimização do motor de buscas: quando um site é otimizado para busca, maiores são as chances de ele subir na página de resultados. Isso torna possível que eles sejam encontrados organicamente.
  • SEM — Search Engine Marketing, ou seja, investir dinheiro para se posicionar melhor nos motores de busca.
  • SMO — Social Media Optimization, ou otimização de mídia social: o ato de dirigir tráfego por canais de mídias sociais para atingir um determinado objetivo.

Você sabe diferenciar seu CPC do seu CPA? Se quiser se destacar em uma entrevista, fale sobre o ROI de publicidade de uma campanha que já executou.

É fácil falar sobre conceitos criativos e excitantes que você ajudou a desenvolver, mas o dinheiro fala mais alto. Para conquistar uma vaga como profissional de marketing digital, será preciso mostrar que você domina as métricas e a linguagem do mercado.

Quais são os principais componentes?

Os componentes do marketing digital incluem:

  • Marketing de conteúdo.
  • SEO.
  • Pesquisa paga (pay per click).
  • Marketing de e-mail.
  • Marketing de mídias sociais.
  • Marketing de display digital.
  • Web analytics.
  • Marketing móvel.

É indispensável que você conheça bem cada um deles e saiba qual seu propósito.

O marketing de conteúdo é a estratégia de criar conteúdos interessantes para auxiliar no processo de compra e atrair de forma orgânica novos consumidores. O SEO é a otimização de sites e páginas para potencializar esses resultados em motores de busca.

A pesquisa paga é um dos recursos que o profissional de marketing digital possui para atrair atenção para as marcas com que trabalha, dando lances em palavras-chave de interesse do seu público-alvo e pagando pela quantidade de cliques em sua página.

O e-mail marketing e o marketing de mídias sociais, por sua vez, são recursos para nutrir e cativar leads. Cursos de marketing digital podem ajudá-lo melhor a esclarecer cada conceito, aprender suas funções e orientá-lo, de forma prática, a fazer cada uma dessas estratégias funcionar no mundo real.

Por onde começar a aprender marketing digital?

Existem programas de MBA e especializações em marketing digital, além de exames de certificação, como o Hubspot Inbound Marketing Certification Program e a certificação do Google AdWords, que serão essenciais para que você consiga se destacar nessas carreiras. Entretanto, assistir a esses cursos e obter os certificados não tornam você um especialista em marketing digital.

Eles ensinam fundamentos, e alguns dos conceitos avançados da prática, mas conhecimento de verdade vem com a experiência. A melhor maneira de se tornar um especialista é criando um grande projeto agora mesmo.

Com o passo a passo a seguir você conseguirá aprender o básico e terá o que mostrar, aplicando o marketing digital em pequena escala.

1. Crie um blog

  • Escolha um tema pelo qual você é apaixonado e comece um blog sobre isso.
  • Aprenda um pouco sobre SEO e escreva artigos otimizados em seu blog.
  • Instale o código de acompanhamento do Google Analytics e veja se você está recebendo algum tráfego para o seu blog.

2. Aprenda a ler dados e identificar oportunidades

  • Explore as múltiplas possibilidades do Google Analytics.
  • Abra uma conta no Google AdWords e faça alguma pesquisa de palavras-chave para ver o que as pessoas estão pesquisando no Google, para encontrar informações sobre o tópico do seu blog.

3. Mantenha suas páginas e redes sociais atualizadas

  • Escreva mais artigos e publique-os.
  • Abra uma página do Facebook dedicada ao seu blog e compartilhe os artigos que escreve em sua página.

4. Experimente criar pequenas campanhas de publicidade

  • Promova sua página com publicidade no Facebook.
  • Incorpore botões de compartilhamento social em seus artigos usando plugins do WordPress.
  • Promova seu blog via AdWords, começando com lances de CPC muito baixos.

5. Crie uma newsletter para seu blog

  • Inscreva-se para um serviço de e-mail marketing como o MailChimp.
  • Incorpore formulários de inscrição de e-mail em seu blog para coletar assinantes.
  • Envie um e-mail a seus assinantes sempre que publicar algo em seu blog.
  • Promova sua página do Facebook por e-mail marketing e ganhe novos assinantes a partir do Facebook, num ciclo contínuo.

6. Monetize seu conteúdo

  • Cadastre-se no Google AdSense e use a publicidade para monetizar seu blog.
  • Garanta que seu blog é completamente funcional no mobile.

2. As cinco competências fundamentais do profissional de marketing digital

Um especialista em marketing digital é aquele que pode construir uma campanha de publicidade online efetiva, real e conectada com o objetivo de uma organização.

Tarefas comuns que l, pesquisa de comportamento online, exame de tendências e dos movimentos da concorrência.

Alguns profissionais do marketing digital também constroem websites, produzem vídeos e fazem gráficos para usar nas suas operações de publicidade online. Aqui estão algumas das habilidades necessárias para chegar lá.

Um excelente texto e as certificações adequadas

Você precisará de excelência em habilidades de escrita e deverá, além disso, ser um comerciante ativo e eficaz. Ter habilidades para utilizar aplicativos de computador e sites adequados é outra das necessidades. Um diploma universitário com foco em comunicação ou marketing pode ajudar.

Alguns locais de trabalho podem exigir um nível de graduação que enfatize as habilidades de escrita, publicidade ou tecnologia. Se você tem experiência substancial em mídias sociais, pode ser que consiga um emprego sem precisar de um grau acadêmico. Mas certificações, como a da Hubspot, são uma forma de provar suas habilidades.

Familiaridade com softwares e automação de marketing

Você deve ter habilidades com softwares relevantes para a criação de planilhas, relatórios e documentos. Habilidades com a gravação e edição de vídeo também podem ser úteis ao profissional de marketing digital.

Uma das dicas importantes para qualquer profissional de social media é aprender a arte da automação. Algumas tarefas que podem ser automatizadas são o RT automático, a menção automática, os posts automatizados, dentre outros.

Familiaridade com o digital, como o conhecimento de softwares de automação de marketing, vai ajudar bastante na hora de se tornar um guru das mídias sociais.

Muita criatividade e um olho atento para as tendências de mercado

Um estudo da Fractl e do Buzzstream descobriu que 21% dos usuários de mídias sociais não seguiriam uma marca se seu conteúdo fosse muito repetitivo ou chato.

Para manter seus seguidores envolvidos e ser um profissional de marketing digital eficaz, você deve consistentemente chegar a novas e criativas campanhas. A criatividade é uma das características fundamentais desse profissional.

Capacidade de entender os números e fazer com que os outros entendam também

Para se tornar um grande profissional do marketing digital, você precisa saber como traduzir dados até que eles se tornem histórias. A maioria das empresas está pronta para tomar decisões sobre métricas, e o profissional de marketing digital precisa conhecer aquelas que são mais importantes e as metodologias certas para transmiti-las a seus superiores.

Habilidades para gerenciar projetos e equipes

Habilidades organizacionais e o talento para gerir projetos são outras necessidades que um profissional do marketing digital não pode deixar de lado.

Pode ser difícil gerenciar vários projetos com muitos colaboradores, mas essa é uma habilidade que você precisa desenvolver se quiser se dar bem nessa carreira.

3. Os maiores problemas

Já reparou que ultimamente somos cada vez mais bombardeados com ebooks, promoções e conteúdos que pretendem ser a solução dos seus problemas?

Não é preciso fazer um grande esforço para comparar essa situação com a que vivemos offline, com marcas e publicitários tentando de tudo para conquistar a sua atenção. Agora, no mundo digital, vivemos quase que os mesmos problemas.

Embora 74% dos brasileiros nunca tenha feito uma compra pela internet, muitas vezes o marketing digital dá a entender outra coisa. Para atuar de forma efetiva como profissional de marketing digital, é preciso estar atento às seguintes questões.

As redes sociais não são apenas um canal de promoção, mas também de atendimento

Boa parte das interações que os clientes terão com uma marca na internet são de atendimento ou solução de dúvidas. Não adianta nada dar início à presença online de uma marca sem compreender essa função essencial do canal e, como profissional de marketing digital, seu papel é desenvolver estratégias que tornem esse atendimento o melhor possível.

As redes sociais muitas vezes são menos um canal de promoção e mais um canal de atendimento, mas não é por isso que o profissional de marketing digital deve se tornar um profissional de help desk. Um bom atendimento, afinal, é uma das maneiras mais eficientes que uma marca tem para divulgar a excelência de seus produtos e serviços, por isso, nunca negligencie essa vocação do marketing digital.

A internet nivela a concorrência, mas é preciso criatividade

Pode parecer surreal, mas um e-commerce pequeno e uma grande loja varejista têm à disposição os mesmos recursos online. Ainda que o orçamento de uma empresa maior seja mais gordo, pagar por cliques nem sempre significa conseguir alavancar sua consciência de marca online.

Os profissionais de marketing digital aprendem muito cedo que uma presença de marca valiosa não tem a ver com dinheiro, e sim com encontrar a sua voz e conseguir realizar conexões com seu público-alvo.

Online, marcas têm uma chance única de conhecer seus consumidores

Um dos maiores riscos que um profissional de marketing digital corre é achar que conhece bem demais seu público. Isso pode gerar grandes problemas de planejamento, estratégia e execução em suas campanhas, e acabar prejudicando os clientes atendidos por ele. Aproveite a internet para conhecer cada vez mais o público-alvo de suas ações.

4. O mercado de trabalho

Se você pretende se tornar um profissional de marketing digital, não há melhor momento que agora. A economia online está crescendo até dez vezes mais rápido do que a economia tradicional, o que resultará em um déficit de vagas na maioria dos países.

Existem três posições principais que você pode assumir no mercado de trabalho como profissional de marketing digital. Analista, gestor e consultor. Confira o que cada um desses profissionais faz no seu dia a dia.

Analistas de marketing digital

Os analistas de marketing digital fazem o planejamento e a criação de campanhas, e auxiliam na sua implementação, trabalhando em conjunto com outros profissionais para tornar forte a presença das marcas para as quais prestam seus serviços.

Essa posição é a primeira que você deve ocupar em sua carreira, sendo um pouco mais operacional e uma excelente oportunidade de aprender e ganhar experiência nesse mercado.

Gerente de marketing digital

O gestor, ou gerente de marketing digital, é o responsável pelo planejamento, controle de metas e pelos relatórios de campanha, que devem ser entregues à diretoria de marketing ou ao departamento comercial de sua empresa.

Esse tipo de profissional já costuma ter mais experiência no mercado e passa boa parte do seu tempo gerindo projetos e lidando com pessoas.

Consultor de marketing digital

O consultor de marketing digital é um profissional que trabalha por conta própria ou associado a uma consultoria, e ajuda as empresas a desenvolverem um planejamento de marketing digital.

Esse profissional é mais independente que os demais e deve ter uma forte veia empreendedora, pois, além de executar planejamentos, precisa vender seus serviços.

Em constante atualização, deve possuir uma disciplina que os outros dois cargos não exigem e desenvolver uma metodologia de trabalho própria. O consultor de marketing digital lida com vários clientes e projetos ao mesmo tempo, o que demanda jogo de cintura e atualização constante.

Como um profissional de marketing digital pode ingressar no mercado de trabalho?

Para entrar no mercado de trabalho, uma boa tática é começar a estudar. Durante um curso de marketing você vai conhecer pessoas que já trabalham na área e outros estudantes, dando início ao networking necessário para encontrar uma colocação.

Um bom currículo no Linkedin e um projeto pessoal de sucesso são excelentes cartões de visita para uma futura entrevista de emprego, mas conhecer pessoas é imprescindível para ficar a par das oportunidades em sua cidade.

As tendências e oportunidades do marketing digital

O Brasil, apesar da crise econômica, passa por um momento interessante no marketing digital, já que cada vez mais empresas buscam na internet um canal para gerar vendas e leads.

O crescimento do número de usuários de internet no Brasil e do acesso a dispositivos móveis coloca o marketing digital como uma obrigação para empresas de todos os tamanhos, e uma das tendências que parece forte no ano de 2017 é o aumento da presença de pequenas e médias empresas no universo online.

Existe um interesse cada vez maior dos empresários de PMEs pelo marketing digital, o que significa que é um excelente momento para se tornar um profissional dessa área, principalmente se você pretende atuar como consultor.

Outra tendência de mercado para a qual devemos estar atentos é o uso de dispositivos móveis e a criação e estruturação de campanhas de marketing digital que os suportem. Websites responsivos e melhorias no SEO que levem em consideração esse mercado, devem fazer parte dos planos de quem quer se destacar no marketing digital em 2017.

Para quem trabalha com marketing digital, o ano será de grandes oportunidades. A carreira nunca esteve tão valorizada e um número crescente de negócios busca formar suas próprias equipes para fugir do custo alto das agências digitais. Tornar-se mão de obra qualificada vai ajudar você a conseguir uma oportunidade nessa área.

Agora que você já sabe como se tornar um profissional de marketing digital e que tipo de talentos são precisos, aproveite para assinar a newsletter da Alura! Receba o melhor do conteúdo aqui do blog direto em seu e-mail e não perca nossas mais importantes atualizações!

Quer ficar por dentro de assuntos sobre , , e ?
Conheça o blog da e fique por dentro das novidades!

(Última atualização em: 18 de abril de 2017)

Impulsionadora de negócios através do Marketing Digital e Social Media apaixonada pelo poder do conteúdo. Conheça o blog da Priscila Stuani e fique por dentro de assuntos sobre marketing digital, marketing pessoal, personal branding e carreira profissional!

Próximo ArtigoOrganizando seu código com namespace