Programa para edição de vídeo: 10 opções para quem está começando

(Última atualização em: 19 de abril de 2017)

Atuar no mercado de edição de vídeos está cada dia mais vantajoso devido às inúmeras opções que a tecnologia têm a nos oferecer. Mas para obter sucesso é necessário estar focado nos estudos e sempre acompanhar as novidades que surgem a todo momento.

No nosso post de hoje daremos 10 opções de programas para edição de vídeo para quem está começando nessa atividade. Acompanhe!

1. Windows Movie Maker

Esse programa para edição de vídeo é uma ótima opção para quem está iniciando, pois, além de ser muito prático e simples, é gratuito e já vem instalado no Windows. As suas instruções são todas em português e os caminhos são bem intuitivos aos usuários.

Um ponto fraco é que ele não é profissional, ou seja, se você deseja prosseguir na carreira de editor certamente chegará um momento em que as funções ficarão limitadas.

2. iMovie

O iMovie é o editor de vídeos da Apple e suas funções são parecidas ao Windows Movie, porém é mais avançado. Sua interface é bastante explicativa e permite que o usuário consiga ter acesso a tudo que a plataforma oferece. Para quem não tem um MacBook, o programa possui também uma versão para iOS (iPhone ou iPad). Não é gratuito, porém tem um valor bem acessível.

3. YouTube Vídeo Editor

Essa ferramenta tem a vantagem de ser fácil e muito agradável para editar os vídeos. Não necessita de instalação, basta ter uma conta no Google ou no Youtube, e pronto! A ferramenta já está disponível para ser usada. O editor ainda se encontra em fases de testes, portanto é bem possível que novos recursos sejam adicionados futuramente.

4. Collaaj

O Collaj além de funcionar no Windows e no Mac tem a vantagem de rodar em iPad. Tem um sistema muito interessante que permite gravar da tela do computador e da webcam. Quando forem realizadas, as gravações poderão ficar armazenadas nos servidores da Collaj, o que facilita muito a sua divulgação.

Esse programa é muito utilizado para a gravação de cursos e videoaulas. Na versão gratuita só é possível gravar 2 minutos, para ter um resultado mais compensatório é necessário optar por um plano pago.

5. Lightwork

O Lightwork é um editor de filmes para trabalhos profissionais, ele é capaz de montar um projeto desde o início. O programa encontra-se disponível gratuitamente para Windows, Linux e Mac. É indispensável fazer um cadastro no site, pois só depois disso é enviado o link para o download.

Apesar de ser bem completo e cheio de opções, o usuário poderá precisar de um tempo maior para se ambientar ao sistema, pois ele não é tão autoexplicativo como os outros acima apresentados.

6. Cyberlink PowerDirector

O Cyberlink é bem popular na área de edição de imagens, ele está no meio do caminho dos programas para iniciantes e dos programas para profissionais da área. Suas funções são completas e a velocidade de edição é bem superior aos outros programas, se comparada à dos concorrentes. Ele conta com opções para importação de vídeos do Youtube e Facebook, dentre outros sites. Todos os vídeos podem passar por um processo de tratamento para melhorar as imagens ou alterar a produção original.

Um detalhe importante desse programa é o recurso que permite que as produções sejam removidas para a tela do computador, fazendo com que as edições ganhem movimentação na área de trabalho.

7. Sony Vegas

Esse aplicativo oferece bons recursos para projetos audiovisuais. Não é muito complexo para ser utilizado, uma boa dica é tentar conhecer todas as suas ferramentas para poder usufruir de todos os seus benefícios.

A sua interface é composta por um menu logo no topo, onde estão disponibilizados todos os mecanismos para edição e um monitor que mostra as imagens gravadas na linha do tempo. Além de tudo na linha inferior da tela tem um recurso composto de imagens, textos, áudios e músicas que estão sendo trabalhados no momento.

8. Final Cut Pro X

Esse aplicativo faz parte de uma inovação que a Apple adotou para mudar o futuro das edições de vídeo não lineares. Ressaltamos que não trata-se de upgrade de sua versão anterior (Studio), mas de um novo programa, que de igual só tem o nome. Ele faz parte de uma nova geração de editores de vídeo que promete recursos poderosos para os profissionais da área.

Está disponível na Mac App Store , mas para quem já é usuário uma atualização já basta.

9. Camtasia Studio

Esse programa é ideal para a criação de slides e tutoriais de vídeos. É fácil de usar e possui a interface limpa, o que permite o uso de todos os recursos a partir da primeira utilização.

Umas das suas vantagens em comparação aos outros sistemas é poder escolher a resolução dos vídeos gravados sem perder a qualidade, o que facilita no momento de reduzir o arquivo de acordo com as necessidades de quem vai utilizá-lo.

A versão de demonstração é muita curta, só podendo ser utilizada por alguns dias.

10. Adobe Premiere

Este programa é bem conhecido por profissionais do ramo da edição de vídeos. É considerado um editor para quem necessita de uma ferramenta mais completa, que agrada a quem deseja um aplicativo mais simples e mais acessível.

As versões mais recentes do Adobe Premiere são as Creative Cloud, Creative Suite e Portable da Adobe.

Para baixá-lo é necessário comprar a assinatura, porém tem disponível para teste gratuitamente por 30 dias.

É importante deixar claro que não é apenas a escolha do software que te faz um bom profissional de edição. Diversos são os fatores que precisam ser observados também nesse processo de aprendizagem, como: perceber todos os detalhes que o cercam, estar sempre disposto a estudar sobre o que é do interesse comum e de tipos de filmagens que são mais raras de aparecer para edição. E ter sempre em mente que no decorrer do aprendizado, criatividade e dedicação são fatores primordiais para que o trabalho seja reconhecido.

Gostou do nosso post de hoje? Já sabe qual programa para edição de vídeo vai utilizar? Aproveite para nos seguir no YouTube e Facebook, pois lá compartilhamos mais dicas e você pode acompanhar tudo em primeira mão!

Próximo ArtigoUpload de arquivos em Java